You are here

Diretor de campanha de Passos investigado na Operação Lava-Jato

André Gustavo foi o diretor das duas últimas campanhas eleitorais de Pedro Passos Coelho. Autoridades policiais brasileiras pediram informações sobre a atuação do publicitário em Portugal, onde apenas teve como cliente o PSD.
Pedro Passos Coelho, foto de José Coelho/Lusa.

A policia brasileira pediu ao Ministério Público informações sobre a atividade André Gustavo em Portugal. Gustavo foi o publicitário que dirigiu as campanhas eleitorais de 2011 e de 2015 de Pedro Passos Coelho. O PSD foi o seu primeiro e, que se saiba, único cliente (apesar de na última campanha ter concorrido em coligação com o CDS) em território nacional, avança a notícia do jornal Público. 

A investigação de André Gustavo surge na 23.ª fase da operação Lava Jato, batizada de Acarajé (prato típico do estado da Bahia), que seria o nome a que os arguidos recorriam para falar, em código, de dinheiro desviado. Gustavo foi ouvido no inquérito parlamentar brasileiro sobre contratos com o BNDES, Banco Nacional de Desenvolvimento Económico e Social, o banco do Estado brasileiro. Há suspeitas de movimentos, nos quais o BNDES era o financiador, que terão sido para facilitar autorizações políticas.

André Gustavo trabalhava proximamente de Passos Coelho, sendo visto com frequência em São Bento. O publicitário conheceu primeiro Luís Filipe Menezes, há quase 20 anos no Brasil, foi depois apresentado a Marco António Costa que o apresentou a Miguel Relvas (que atualmente vive numa casa arrendada, pertencente ao publicitário). Gustavo começou a trabalhar para o PSD, ainda antes da campanha eleitoral, em 2010.

No centro desta fase da investigação brasileira está outro publicitário, João Santana, envolvido em campanhas de Dilma Rousseff e de Lula da Silva, que, segundo o Público, era definido por André Gustavo como alguém “que me ensinou tudo”. A investigação a André Gustavo no Brasil está também ligada ao seu vínculo com Delúbio Soares, o ex-tesoureiro do PT, condenado e detido por corrupção activa e crime organizado no Mensalão. Soares foi padrinho de casamento de Gustavo. O pai de André Gustavo, António Carlos Vieira da Silva, por sua vez, está a ser investigado na 26ª fase da Operação Lava Jato, acrescenta o Público.

O Ministério Público confirmou ao jornal Público que recebeu três cartas das autoridades brasileiras relativas à Operação Lava Jato.

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Política
Comentários (1)