You are here

Dívida portuguesa no ponto mais elevado de sempre

Anos e anos de austeridade, supostamente em nome do controlo do endividamento público, resultaram na maior dívida pública de sempre. Em janeiro, a dívida das administrações públicas ultrapassou os 217 mil milhões de euros. São 27 mil milhões a mais do que previa o memorando.

A dívida das administrações públicas ultrapassou os 217 mil milhões de euros em janeiro, atingindo o valor nominal mais elevado de sempre, de acordo com os dados do Banco de Portugal (BdP).

Em dezembro, a dívida pública atingiu 213.390 milhões de euros, ou 129% do Produto Interno Bruto, tendo aumentado num único mês 3916 milhões de euros. Ainda não se conhece o valor percentual da dívida, uma vez que o BdP ainda não contabilizou a produção de riqueza de Janeiro, mas será certamente superior aos 130% do PIB.

A escalada da dívida não só não tem diminuído com as sucessivas medidas de austeridade, como tem vindo a ganhar velocidade. O rácio da dívida pública atingiu 0s 108,3% no final de 2011, passou para 124,1 em 2012 e ficou nos 129,3% em 2013.

A meta da dívida, no Orçamento do Estado para 2014, é de 126,7% do PIB, um valor já largamente superado no início do ano. Os desvios entre e a previsão do Governo e da troika sobre o valor da divida já mal são notícia, recorde-se que o endividamento previsto no memorando de entendimento, para o final de 2013, não ultrapassava os 114% e acabou por se fixar nos 129,3%.

Termos relacionados Política
(...)