You are here

Coreia do Norte: PYONGYANG LANÇA SÉTIMO MÍSSIL

thumb_coreiaposterO comando conjunto das Forças Armadas da Coreia do Sul anunciou que a sua vizinha do Norte lançou um novo míssil, que, segundo a agência de notícias japonesa Kyodo, terá aterrado seis minutos depois. No fim da noite de ontem, a Coreia do Norte lançou seis mísseis, num teste que envolveu um engenho de longo alcance, do tipo Taepodong-2, com raio de alcance suficiente para atingir o Alaska.

A administração americana considerou o teste norte-coreano “uma provocação”, mas não uma ameaça imediata. O lançamento ocorreu no fim da noite de ontem, dia da Independência dos EUA.
Fontes militares norte-americanas disseram que o míssil de longo alcance, do modelo Taepodong-2, falhou 35 segundos após o lançamento. Os outros cinco, de curto alcance, caíram no mar.
Os lançamentos ocorreram depois de semanas de especulações sobre a preparação de possíveis testes. Fontes do Japão disseram que os mísseis foram disparados minutos depois da descolagem do vaivém espacial Discovery.
O programa de mísseis da Coreia do Norte baseia-se na tecnologia dos Scud, muito usados pelo Iraque na primeira Guerra do Golfo. O país observou uma moratória de lançamento de mísseis de longo alcance desde 1999, depois de, em 1998, ter disparado um Taepodong sobre o Japão, que caiu no Oceano Pacífico.
Na segunda-feira, a principal agência de notícias coreana citou um analista não-identificado que afirmava que Pyongyang estava preparado para responder a um ataque dos EUA com “um ataque esmagador e uma guerra nuclear”.
O governo do Japão anunciou que está a estudar a possibilidade de decretar sanções económicas contra a Coreia do Norte.
O ministério de negócios estrangeiros da China disse que está à espera de reunir mais informações sobre o lançamento para compreender melhor a situação, recusando-se a apresentar uma reacção imediata.

Termos relacionados Internacional