You are here

Chile: PINOCHET ACUSADO DE NARCOTRÁFICO

Pinochet Manuel Contreras, ex-chefe da polícia secreta chilena (DINA), acusou Augusto Pinoceht de ter ficado milionário através do fabrico e tráfico de cocaína. O jornal chileno “La Nación”, que terá tido acesso à acusação que Contreras encaminhou para o juiz Claudio Pavez - que investiga o assassínio, em 1992, do coronel Gerardo Huber - revela que a cocaína seria fabricada por Eugenio Berríos, que também pertencia à DINA, num complexo químico que o exército possui na localidade de Talagante.

Segundo o ex-comandante da polícia política, o filho do ditador, Marco António Pinochet, trabalharia com um empresário chileno de origem síria, Edgardo Bathich, e com o químico da DINA, Eugenio Berríos, neste negócio. O encarregado pela distribuição da droga nos EUA e pelo depósito dos lucros nas contas de Pinochet seria o sírio Monser Al Kassar, disse Contreras. Augusto Pinochet e vários familiares seus são alvo de um processo de investigação à origem da sua fortuna, calculada em mais de 26 milhões de dólares.
Reagindo a esta notícia, Marco António Pinochet chamou o ex-general da DINA (que cumpre uma pena por assassinato) de «mentiroso e canalha» e informou que irá proceder judicialmente contra ele. O advogado de Cardenas reafirmou ontem a acusação feita pelo seu constituinte.

Termos relacionados Internacional