You are here

Cazaquistão: Protestos contra os preços dos combustíveis levam à demissão do Governo

Governo demitiu-se depois de declarar o Estado de Emergência na maior parte do país em resposta às várias manifestações contra os aumentos dos preços dos combustíveis.
Protesto no Cazaquistão - Foto de Reuters | Facebook Sputnik Brasil

O presidente do Cazaquistão, Kassym-Jomart Tokayev, aceitou a demissão do Governo após as várias manifestações que têm acontecido um pouco por todo o país devido ao elevado preço dos combustíveis, de acordo com o The Guardian. Esta renúncia surgiu horas depois de ter sido decretado o Estado de Emergência em alguns pontos do país.

Assim sendo, Tokayev nomeou um primeiro-ministro interino, Alikhan Smailov, que já tinha sido vice-primeiro-ministro.

Vários movimentos políticos têm-se juntado aos protestos da população, que tiveram início no oeste do Cazaquistão, no passado fim de semana, mas prontamente se espalharam por todo o país.

Na noite de terça-feira, um vídeo da cidade de Almaty, a maior do Cazaquistão, mostrou filas de polícias de choque e inúmeros veículos de controlo de multidões. A polícia usou granadas de atordoamento e gás lacrimogêneo contra a população. A AFP estima que estavam presentes cinco mil pessoas.

Também houve testemunhos de carros de polícia incendiados em Almaty e imagens de outras cidades do país.

Como retaliação, Tokayev bloqueou a internet móvel e as aplicações de mensagens. “Todas as ligações para invadir ou atacar prédios do governo são absolutamente ilegais”, referiu, atribuindo as manifestações a “indivíduos destrutivos que querem minar a estabilidade e a unidade da nossa sociedade”.

Os protestos tiveram início na cidade petrolífera de Zhanaozen, o mesmo local em que 2011 a polícia matou, pelo menos, 16 pessoas que também se manifestaram.

O preço do gás liquefeito de petróleo (GPL), usado para abastecer a maior parte dos carros no oeste do Cazaquistão, duplicou nos últimos dias. Mas o Governo já está a tentar implementar tetos máximos de 50 tenge por litro.

Tokayev foi o sucessor escolhido por Nursultan Nazarbayev, que se tornou o primeiro líder do Cazaquistão após a independência da União Soviética, governando por quase três décadas.

Sob o domínio de Nazarbayeb, uma pequena elite tem acumulado uma enorme riqueza, enquanto a maioria dos cazaques se encontram na pobreza. Os protestos são habitualmente reprimidos e a oposição praticamente não existe.

Termos relacionados Internacional
(...)