You are here

Caravanistas protestam a 26 de junho em Lisboa

Em causa estão as alterações à legislação que impossibilitam aparcamento e pernoita de autocaravanas fora dos locais autorizados. A deputada Isabel Pires recorda que o Bloco apresentou um projeto para "resolver a confusão provocada pela alteração à lei do Governo”.
Caravanistas em protesto no dia 26 de junho em Lisboa. Fotografia: Wiki Commons/AMM

Recentemente foi efetuada uma alteração legislativa segundo a qual os condutores de autocaravanas estão impedidos de parar na viagem para repousar durante o período noturno, embora tal seja recomendado em viagens longas por questões de segurança. Consequentemente, o condutor de uma autocaravana terá que deslocar-se a uma área reservada para o efeito, apesar de a cobertura territorial destes equipamentos ser insuficiente. No entanto, o repouso já é permitido se o veículo não for uma autocaravana. Esta situação tem motivado diversos protestos de caravanistas. 

O próximo protesto está marcado para dia 26 de junho, em Lisboa. O ponto de encontro será às 12h00, no jardim do Passeio dos Heróis do Mar, no Parque das Nações; pelas 14h00 os caravanistas seguem em marcha lenta até à Assembleia da República e irão dar duas voltas ao edifício, uma vez que não podem estacionar. 

Elisabete Desidério, uma das organizadoras deste protesto, afirma que diversos “parques de campismo não estão preparados para receber autocaravanas” e considera que coloca em risco a sua vida “bem como os demais utilizadores da via pública ”quando se vê impedida de parar para descansar ou “para evitar a fadiga”.  

Em declarações ao esquerda.net, a deputada Isabel Pires lembra que o Bloco de Esquerda apresentou já uma iniciativa legislativa para fazer face a esta situação. Este projeto está “em processo de especialidade” na respetiva Comissão Parlamentar na Assembleia da República e “deve poder responder ao problema que está imposto, com a celeridade possível.”

Termos relacionados Sociedade
(...)