You are here

BPI prepara despedimento de mil trabalhadores

A probabilidade de o BPI vir a despedir 1000 trabalhadores deixou o Sindicato dos Bancários do Sul e Ilhas "espantado”.

A possível rescisão do contrato de cerca de 1000 trabalhadores é um dos dados fornecidos à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) pela administração do BPI, num relatório sobre a OPA do Caixabank, revela a TSF.

"Fico verdadeiramente espantado. Tivemos com o BPI recentemente e houve todas as condições para que nos tivessem dito que essa solução estava em cima da mesa", sublinha o representante do sindicato, Rui Riso.

Reformas antecipadas e lay-offs incentivados”

No relatório, a instituição bancária refere que “com base nos custos de reestruturação anunciados pelo Caixabank e as sinergias previstas", esta redução de pessoal seria conseguida "dando prioridade a reformas antecipadas" e àquilo a que chamam de "lay-offs incentivados".

No entanto e para Rui Riso este facto vai ao “arrepio” do se passa em Espanha, onde a banca é "amiga dos trabalhadores e tem “preocupações sociais muito mais vastas do que aquelas que existem em Portugal. Têm, por exemplo, 18 vencimentos por ano enquanto em Portugal só existem 14".

Para Rui Riso, o despedimento terá um “grande impacto” uma vez que o BPI tem cerca de 5500 trabalhadores.

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Sociedade
(...)