You are here

Bolseiros do IPMA exigem integração nos quadros

Os precários do Instituto Português do Mar e da Atmosfera irão concentrar-se esta quarta-feira, exigindo a integração nos quadros no âmbito do PREVPAP.
Fotografia: Núcleo de Bolseiros do IPMA
Fotografia: Núcleo de Bolseiros do IPMA

A concentração ocorrerá junto ao navio de investigação Noruega, atracado na Doca de Pedrouços, esta quarta-feira, às 15 horas. O dia é a véspera de saída da Campanha Demersal, com coordenação europeia, para monitorização de recursos da pesca, onde 80% da equipa científica são bolseiros.

“Nos últimos anos, tem-se observado um decréscimo de pessoal do quadro, resultado das numerosas aposentações que não foram compensadas, ao que acresce a falta de rejuvenescimento dos recursos humanos”, pode ler-se na página de Facebook em que se convoca o protesto.

De acordo com a mesma, desde 2002 que “as necessidades crescentes de competências e atribuições assumidas pelo IPMA foram colmatadas recorrendo a bolsas sucessivas e contratos a termo resolutivo”, o que significa que “recursos humanos altamente qualificados e especializados foram mantidos através de vínculos precários”.

No âmbito do programa extraordinário de regularização de vínculos precários do estado (PREVPAP), foram submetidos mais de 200 requerimentos de trabalhadores precários do IPMA, dos quais 126 já foram deferidos e homologados 126.

Os manifestantes irão juntar-se porque acreditam que “a integração de um número equivalente a cerca de 1/3 dos trabalhadores do IPMA deverá ser prioridade do Governo. É do entendimento deste núcleo que a lei tem de ser cumprida e que terão de ser criadas, urgentemente, as condições para abertura dos procedimentos concursais para ingresso de todos os trabalhadores com vínculo precário que actualmente asseguram o cumprimento da missão do IPMA”.

Termos relacionados PREVPAP, Sociedade
(...)