You are here

Bloco quer suspender enchimento da barragem do Tua

O Bloco pretende que o governo suspenda o enchimento da barragem do Tua para impedir o abate de árvores naquela zona exigindo ainda que a EDP esclareça se está a cumprir as medidas compensatórias.

O deputado Pedro Soares dirigiu uma pergunta ao ministério do Ambiente com o intuito de saber se o governo está disponível para suspender o abate de árvores, optando, desta forma, pela suspensão do enchimento da albufeira da barragem do Tua.

Esta iniciativa, apresentada no Parlamento, surge na sequência da autorização do governo para  abater mais de 14 mil sobreiros e azinheiras; os bloquistas solicitam igualmente esclarecimentos sobre "qual o total de árvores que foram e serão abatidas" e se "a EDP tem cumprido as medidas compensatórias a que está obrigada no âmbito da construção da barragem Foz Tua".

Esta questão diz respeito a uma autorização datada de 2011, para o abate de mais de cinco mil azinheiras e sobreiros, que levou os bloquistas a questionarem "em que estado está esta situação".

A “utilidade pública com carácter de urgência da expropriação de terrenos “ invocada no despacho conjunto dos secretários de Estado da Energia e Florestas e do Desenvolvimento Regional, publicada há uma semana em Diário da República, é contestada pelos bloquistas que o classificam como "gravoso" dada a sua dimensão e por se tratar de espécies com proteção legal, nacional e europeia, e de  grande importância ecológica.

Para o Bloco, a situação presente, a que se juntam os anteriores abates de árvores, aliado ao baixo contributo energético da barragem para o país e para a riqueza da região que será destruída, reforçam a necessidade de repensar a barragem.

A concessionária pretende iniciar este ano o enchimento da albufeira que tem sido alvo de contestação de várias associações defesa do ambiente e também de partidos políticos, entre eles o Bloco, que alegam, entre outros aspetos, "impactos visuais" no Douro, Património da Humanidade, e também a "destruição" da linha do Tua, onde a circulação está suspensa há mais de sete anos.

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Ambiente
(...)