You are here

Bloco quer ouvir Centeno, Maria Luís Albuquerque e Vieira no inquérito ao Novo Banco

Na lista de 18 nomes que o partido quer ouvir no âmbito da Comissão Parlamentar de Inquérito às perdas registadas pelo Novo Banco e imputadas ao Fundo de Resolução constam ainda o ex-governador Banco de Portugal, Carlos Costa, e António Ramalho, presidente do Conselho de Administração Executivo.
O Bloco de Esquerda quer também consultar a lista de todos os créditos e imóveis do Novo Banco que foram vendidos, quer individualmente, quer em carteiras.
O Bloco de Esquerda quer também consultar a lista de todos os créditos e imóveis do Novo Banco que foram vendidos, quer individualmente, quer em carteiras. Fotografia de Paulete Matos.

O Bloco de Esquerda apresentou esta segunda-feira a Fernando Negrão, presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito às perdas registadas pelo Novo Banco e imputadas ao Fundo de Resolução, uma lista com 18 nomes de pessoas que quer ouvir no âmbito da comissão de inquérito ao Novo Banco. Entre elas constam os nomes do ex ministro das Finanças Mário Centeno (governo PS), da ex ministra das Finanças Maria Luís Albuquerque (governo PSD-CDS) e de Luís Filipe Vieira, dirigente do Sport Lisboa e Benfica.

Além destes nomes, constam igualmente os de Carlos Costa, ex-governador Banco de Portugal, João Costa Pinto, ex-Presidente do Conselho de Auditoria do Banco de Portugal, António Ramalho, presidente do Conselho de Administração Executivo do Novo Banco, Vítor Bento e José Honório, ex-administradores BES/Novo Banco, e Luís Máximo dos Santos, presidente do Fundo de Resolução. 

De acordo com Fernando Negrão, as listagens de documentos e entidades a ouvir serão distribuídas por todos os partidos até 6 de janeiro.

A comissão "deve funcionar pelo prazo mais curto que permita cumprir os seus objetivos, não ultrapassando os 120 dias”. Esta deverá ter por objeto quatro pontos que abrangem o "período antecedente à resolução e relativo à constituição do NB [Novo Banco]", o "período antecedente e relativo à alienação", o "período após alienação" e ainda a avaliação da "atuação dos governos, BdP [Banco de Portugal], FdR [Fundo de Resolução] e Comissão de Acompanhamento no quadro da defesa do interesse público".

A nível europeu, o Bloco de Esquerda convoca ainda Ger Koopman e Peer Ritter, ambos da Comissão Europeia, respetivamente vice-diretor-geral da Concorrência e responsável pelas ajudas de Estado ao setor financeiro. O partido quer também ouvir em comissão parlamentar Nuno Vasconcellos, ex-Administrador e Sócio da Ongoing, destacando-se na lista o nome de Luís Filipe Vieira, presidente do Sport Lisboa e Benfica, pelas suas ligações à empresa Promovalor.

O partido, nesta comissão representado por Mariana Mortágua e Jorge Costa, tinha já pedido para consultar a lista de todos os créditos e imóveis do Novo Banco que foram vendidos, quer individualmente, quer em carteiras, com a indicação do seu valor no balanço do banco, bem como do preço a que foram comercializados. O objetivo é aceder a informação sobre todos os ativos e não apenas os tóxicos.

Termos relacionados Política
(...)