You are here

Bloco quer conhecer conclusões da inspeção ao Colégio Militar

Na sequência das notícias sobre a existência de discriminação relacionada com a orientação sexual dos alunos, os bloquistas solicitaram ao governo a disponibilização do relatório onde constem as conclusões da inspeção realizada ao estabelecimento de ensino.

No requerimento pode ler-se que no seguimento das declarações prestadas a 1 de abril ao Observador, pelo subdiretor do Colégio Militar, onde este referiu que “a homossexualidade era um factor de exclusão naquele colégio”, o ministro da Defesa, após contacto como o novo Chefe do Estado Maior do Exército (CEME), Francisco Rovisco Duarte, anunciou, em audição na Comissão de Defesa, que “a aludida inspeção iria abordar a questão da discriminação por motivos de orientação sexual”.

esta inspeção iria determinar junto do comando e do Corpo de Alunos, se se verifica alguma orientação formal ou informal que promova qualquer tipo de comportamento discriminatório

Nesse sentido, refere o documento dos bloquistas "convém sublinhar que o porta-voz do Exército, em declarações ao Diário de Notícias, confirmou que esta inspeção iria determinar junto do comando e do Corpo de Alunos, se se verifica alguma orientação formal ou informal que promova qualquer tipo de comportamento discriminatório”.

No requerimento, o Bloco considera que “já tendo tido lugar a audição do Diretor de Educação do Comando de Instrução e Doutrina do Chefe do Estado Maior do Exército e da Associação de Pais e Encarregados de Educação dos alunos, importa conhecer as conclusões a que chegou a referida inspeção”.

Desta forma, o grupo parlamentar dos bloquistas requer ao Ministério da Defesa Nacional a disponibilização do relatório ou documento oficial onde constem as conclusões da inspeção realizada à instituição nos dias 3 e 4 de maio.

AttachmentSize
PDF icon Requerimento do Bloco99.42 KB
Termos relacionados Política
(...)