You are here

Bloco convoca Marcha pelo Tejo a 24 de setembro

Evento convocado pelas Coordenadoras Distritais do Bloco de Esquerda de Castelo Branco, Portalegre e Santarém irá percorrer os três distritos em protesto contra os crimes ambientais no Rio Tejo e seus afluentes.

O Rio Tejo e seus afluentes vivem uma situação catastrófica, denunciam as Coordenadoras Distritais do Bloco de Esquerda de Castelo Branco, Portalegre e Santarém, que convocam para o próximo sábado, dia 24 de Setembro uma Marcha pelo Tejo que percorrerá os três distritos. As inscrições podem ser feitas aqui e o evento de facebook, com toda a informação está aqui.

Os "múltiplos crimes ambientais com destaque para o reduzido caudal, a poluição, a construção de barreiras artificiais, os incidentes da central nuclear de Almaraz e uma ineficácia e incompetente acção de vigilância, controlo e punição dos infratores pelas autoridades responsáveis" são responsáveis pela atual situação do rio, explica o Bloco.

Esta situação tem consequências "na qualidade das águas para as regas do campo, para a pesca, para a saúde pública", além de  impossibilitar o aproveitamento "do potencial da região ribeirinha para práticas de lazer, de turismo fluvial e desportos náuticos" afirmam as coordenadoras distritais.

A Marcha pelo Tejo decorrerá no próximo sábado, dia 24 de setembro e irá percorrer os distritos de Castelo Branco, Portalegre e Santarém. Parte às 11h de Vila Velha de Ródão, onde irá passar pelos principais poluidores da região e pelo cais da vila. O almoço será em Nisa, com intervenções dos deputados bloquistas Jorge Costa e Pedro Soares e de Manuel Costa Alves (Meteorologista, activista Tejo Seguro e Romãs Também Resistem). A Marcha prosseguirá por Abrantes e Torres Novas e terminará às 18h Torres Novas com um comício no largo D. Diogo Fernandes de Almeida, com intervenções da vereadora bloquista Helena Pinto, do deputado Carlos Matias e da Coordenadora do Bloco, Catarina Martins.

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Ambiente
(...)