You are here

Bloco desafia partidos a concretizarem medidas de combate à corrupção

À margem da sessão "Os Paraísos da Corrupção" no Fórum Socialismo 2016, Pedro Filipe Soares defendeu que o trabalho da comissão parlamentar para o reforço da transparência nos cargos públicos deve dar lugar a alterações na lei para combater a corrupção.
Pedro Filipe Soares. Foto Nuno Veiga/Lusa

No final da sessão do Fórum Socialismo 2016, em que também participou o antigo ministro socialista João Cravinho, o líder parlamentar do Bloco referiu-se ao trabalho da Comissão Eventual para o Reforço da Transparência no Exercício de Funções Públicas. Para Pedro Filipe Soares, a comissão "não pode chegar ao fim e não ter consequências nas alterações legislativas".

"Ela teve início numa reflexão generalizada dos diversos partidos que era necessário alterar a transparência no que toca à propriedade, rendimento de altos cargos públicos e políticos", lembrou Pedro Filipe Soares em declarações à Lusa, defendendo que as iniciativas apresentadas pelos vários  partidos é um trabalho que ”tem que ter uma consequência".

O que não pode acontecer, prosseguiu o líder parlamentar bloquista, é que “cada partido lave as mãos do trabalho da comissão e fique adiada para as calendas a alteração legislativa".

"Quer o PS quer o PCP apresentaram iniciativas legislativas, diferentes das do Bloco, mas que nós consideramos que podemos trabalhar para chegar a textos comuns. Haja vontade de outros para fazer o mesmo. Da nossa parte há toda a vontade para trabalhar nesse sentido", concluiu Pedro Filipe Soares, sublinhando que "é essencial alterar a lei para garantir um maior combate à corrupção e uma maior transparência".

Termos relacionados Política
Comentários (1)