You are here

Banif: Instituições europeias não estão a colaborar com a comissão parlamentar

A comissão parlamentar de inquérito ao Banif começa a trabalhar nesta terça-feira. Em entrevista, o presidente da comissão, deputado António Filipe, afirmou que “não tem havido vontade de colaborar por parte das instituições europeias”.
Foto de Paulete Matos

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) “ao processo que conduziu à venda e à resolução” do Banif começa a funcionar nesta terça-feira, 29 de março de 2015. Nesse dia, serão ouvidos na CPI os dois últimos presidentes executivos do banco: Joaquim Marques dos Santos (CEO entre 2010 e 2012) e Jorge Tomé (CEO de 2012 a 2015).

En entrevista à TSF, o deputado António Filipe, presidente da CPI, lamentou a falta de resposta das instituições europeias (BCE, DG Comp e Comissão Europeia) ao parlamento português.

"Não tem havido vontade de colaborar por parte das instituições europeias", declarou António Filipe à rádio.

O presidente da CPI garantiu que os deputados não vão desistir de pedir respostas às perguntas, nem que seja “por escrito”.

Recorde-se que a fase mais recente do escândalo Banif rebentou no final do ano passado, quando se soube que o banco iria custar pelo menos mais 2.200 milhões de euros aos contribuintes. Na altura, o Bloco de Esquerda criticou a decisão tomada sobre o Banif e Catarina Martins afirmou: “sacrifício dos contribuintes tem de terminar agora”.

Já este ano, no início de janeiro, soube-se o BCE e o Banco de Portugal impuseram a decisão tomada, que prejudicou os contribuintes e favoreceu o banco Santander (ver notícia no esquerda.net: Proposta para Banif que custava menos 1,7 mil milhões ao Estado recusada pelo BCE), rejeitando outra proposta, que poupava 1,7 mil milhões ao Estado.

Na semana passada, a deputada Mariana Mortágua criticou o Banco de Portugal por ter negado o pedido dos bloquistas, para o envio à CPI da auditoria que o próprio supervisor bancário solicitou ao Boston Consulting Group (BCG) sobre a sua atuação no caso BES.

Mariana Mortágua, que integra a CPI, anunciou nesta segunda-feira que o seu blogue "Disto Tudo" irá acompanhar as audições e fornecer informação sobre o caso Banif.

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Política
(...)