You are here

Atividade industrial da China tem o maior crescimento em 10 anos

Os dados são do índice da revista económica de referência Caixin. O Gabinete Nacional de Estatísticas acrescenta que o setor manufatureiro chinês está em crescimento há cinco meses.
Fábricas na China
Foto de Gustavo M | Flickr

Segundo a TSF, os dados relativos à China apontam para uma “forte recuperação, no início do terceiro trimestre, mas o índice da Caixin, uma revista económica que serve como indicador do estado do setor industrial da China e é calculado com base numa sondagem com gerentes de compras de mais de 500 empresas de produção no país, é ainda mais otimista e indica que a taxa de expansão da indústria, no mês passado, foi a mais forte de quase uma década”.

O índice de gestores de compras (PMI) de julho chegou aos 52,8 pontos, o máximo desde janeiro de 2011. Isto significa que a atividade do setor industrial está em crescimento porque supera os 50 pontos. Segundo o Gabinete Nacional de Estatísticas (GNE) avançou que o PMI oficial do setor manufatureiro está em crescimento há cinco meses.

Wang Zhe, economista da Caixin, diz que “no geral, os surtos em algumas regiões não prejudicaram a tendência positiva no setor manufatureiro, que continuou a recuperar, apesar das medidas adotadas para controlar a epidemia”.

De acordo com a consultora britânica, Capital Economics, o PMI oficial da China “apontou já para uma forte recuperação, no início do terceiro trimestre, mas o índice da Caixin é ainda mais otimista e indica que a taxa de expansão da indústria, no mês passado, foi a mais forte em quase uma década”. O analista da Capital Economics, Julian Evans-Pritchard, referiu que “no curto prazo, isto deve ajudar a compensar a contínua fraqueza no consumo e nos serviços, permitindo que a economia como um todo retorne à normalidade de antes da guerra contra a epidemia”.

A indústria e outras atividades da China estão a regressar aos níveis que atingiam antes da pandemia da covid-19, mas mesmo assim a procura externa continua baixa porque a pandemia atingiu os mercados de exportação do país. A economia chinesa reduziu-se 1,6% nos primeiros seis meses do ano.

Termos relacionados Internacional
(...)