You are here

Até 9 de agosto, o Festival FEST conta com edições simultâneas em Espinho, Lisboa e Porto

A ficção, o documentário, a animação e o cinema experimental não-narrativo voltam a assumir todo o destaque da competição internacional de curtas do FEST - Novos Realizadores | Novo Cinema.
Festival FEST 2020.
Festival FEST 2020.

Em Espinho, o FEST começou já este domingo e prolonga-se até dia 9 de agosto. As sessões decorrem no Auditório da Junta de Freguesia e num cinema drive-in instalado no Parque de Estacionamento da Nave Desportiva de Espinho. Nas duas principais competições, Lince de Prata e Grande Prémio Nacional, o festival apresenta 70 curtas metragens. A organização destaca as estreias em Portugal: os multipremiados Postcards From The End of The World, Virago,Excess Will Save Us e Acid Rain. Filmes como The Golden Buttons, La Laguna Negra ou The Vibrant Village, também merecem um apontamento especial.

Na sua edição de 2020, o FEST continua a dar realce ao cinema português, com destaque para os filmes de António Sequeira, vencedor do GPN do ano passado, com As Cartas da Minha Mãe, de Miguel De com The Kiss, de João Monteiro com Principe. Erva Daninha de Guilherme Daniel, (In)dividual de Beatriz Bagulho e When the Light Goes Out de Tânia Prates concorrem, em simultâneo, para a competição internacional.

O festival conta ainda com a competição NEXXT, com a apresentação de alguns dos melhores trabalhos produzidos em escolas de cinema de vários pontos do planeta, entre as quais a FAMU, Wien Film Akademie e DFFB.

Da programação do festival constam também dez longas, programas especiais para o cinema drive-in e o foco na obra do realizador Quentin Dupieux e na cinematografia letã. A edição do FEST no Porto tem início esta segunda-feira e ocupará as salas do Cinema Trindade e Casa Comum da Reitoria da Universidade do Porto. Na quinta-feira arrancará a edição de Lisboa, no Cinema Ideal.

Termos relacionados Cultura
(...)