You are here

Assange: Procuradores da Suécia vão interrogá-lo na embaixada do Equador

O Equador permitirá que procuradores da Suécia interroguem Julian Assange, fundador da organização WikiLeaks, na sua embaixada em Londres, onde o jornalista está refugiado desde 2012. Data para audiência deverá ser fixada nas próximas semanas.
Julian Assange em conferência de imprensa na embaixada do Equador em Londres
Julian Assange em conferência de imprensa na embaixada do Equador em Londres

“De acordo com os termos estabelecidos no Acordo de Assistência Legal Mútua em Matéria Penal entre Equador e Suécia, a Procuradoria-Geral do Estado notificou a Procuradoria do Reino da Suécia a sua disposição de dar trâmite ao interrogatório de Julian Assange na Embaixada do Equador em Londres”, declarou o Ministério das Relações Exteriores do Equador num comunicado.

A chancelaria do país sul-americano informou também que, nas próximas semanas, será fixada uma data para a audiência.

Assange, de 44 anos, é investigado por suspeita de abuso sexual em menor grau. Ele nega as acusações e diz-se perseguido pela justiça sueca.

O jornalista está refugiado na embaixada equatoriana em Londres desde 2012, para evitar a sua extradição para a Suécia. De lá ele teme ser enviado aos EUA, onde poderia enfrentar um julgamento militar pelos mais de 90 mil documentos divulgados pelo Wikileaks sobre a Guerra do Afeganistão e os quase 400 mil relatórios publicados detalhando as operações dos EUA no Iraque.

Em maio desde ano, a Justiça sueca decidiu manter a ordem de detenção ditada em 2010 contra Assange.

A nota do Equador informa também que o governo de Rafael Correa “reitera a vigência do asilo concedido ao cidadão australiano Julian Assange em agosto de 2012 e reafirma que a proteção do Estado equatoriano subsistirá enquanto persistirem as circunstâncias que levaram à concessão do asilo, em particular o temor de sofrer perseguição política”.

Recorde-se que a soldado norte-americana Chelsea Manning foi condenada a 35 anos de prisão por supostamente ter divulgado documentos do exército dos EUA ao Wikileaks.

Com artigo publicado no Opera Mundi

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Internacional
(...)