You are here

Arte urbana ganha espaço no interior do país

A Plataforma Urban-Art leva este fim de semana até Penela, no distrito de Coimbra, uma iniciativa de arte urbana para promover este tipo de manifestação cultural fora das grandes cidades.
Arte urbana chega ao interior do país. Foto RR

O responsável pela iniciativa, Luís Otávio Cunha disse à Lusa que "a escolha da localidade do Espinhal para a realização desta intervenção artística foi do proprietário da Quinta das Pontes, um espaço com mais de 400 anos e cuja fachada e o interior estão em recuperação sendo, por isso, o espaço ideal para a intervenção dos artistas que irão decorar a fachada e o interior dos quartos a partir de temas alusivos aos elementos  terra, ar, água e fogo".

Os cinco artistas que irão participar nesta atividade irão interagir com a comunidade local que será chamada a dar o seu contributo na pintura coletiva de um mural.

Refira-se que o trabalho que vai ser feito nesta quinta, parte da ideia de criar uma “pousada ecológica com um ambiente comunitário e familiar”.

Um grupo de 16 crianças (onde se incluem os filhos dos artistas) com idades compreendidas entre 1 e 11 anos terão como tarefa ajudar os graffiters na definição do tipo de trabalho que será realizado.

Lançada no primeiro trimestre deste ano, a Urban-Art tem como objectivo convidar artistas nacionais e estrangeiros a exibir os seus trabalhos e também a transportá-los para o interior de espaços que estejam em recuperação.

O facto de esta iniciativa decorrer em Penela é, para Otávio Pinho, "um reflexo da forma como Portugal começa a olhar para este tipo de arte não só nas cidades do litoral mas também no interior".

Termos relacionados Cultura
(...)