You are here

António Costa convoca reunião extraordinária do Governo

O primeiro-ministro convocou uma reunião governamental de emergência, para debater a aprovação da contagem do tempo integral dos professores. Catarina Martins alerta em quatro breves notas, escritas no seu twitter, para as “tentativas de criar um ambiente de crise política”, “totalmente artificial”.

Segundo o “Expresso”, António Costa convocou reunião do “núcleo duro” do Governo para definir como vai reagir à aprovação pela comissão parlamentar de educação e ciência dos 9 anos, 4 meses e 2 dias na contagem do tempo de carreira dos professores.

Segundo o site do jornal, o gabinete de Costa confirma que o Primeiro-ministro quer debater com “núcleo duro” como responder à suposta “coligação negativa” estabelecida na aprovação da contagem integral do tempo de trabalho dos professores. Segundo o “Expresso”, o primeiro-ministro irá “dramatizar” a situação.

É de notar que há muito se sabia que Bloco de Esquerda e PCP aprovariam a reposição integral do tempo de serviço dos docentes. No caso do Bloco, esta notícia do esquerda.net, “os nossos 19 votos estão do lado dos professores”, não deixa quaisquer dúvidas sobre a posição que o partido assumiria.

Ainda segundo o site do jornal, na reunião estarão, além de António Costa, o ministro das Finanças, Mário Centeno, o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, o secretário dos Assuntos Parlamentares, Duarte Cordeiro, e o ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues.

No seu twitter, Catarina Martins escreve quatro breves notas, sobre as “tentativas de criar um ambiente de crise política”, “totalmente artificial”. Leia aqui

 

 

Termos relacionados Política
(...)