You are here

Antártida: Fenda em barreira de gelo cresce a um ritmo galopante

Uma das três fendas da barreira de gelo Larsen, na Antártida, tem vindo a crescer "mais rapidamente do que nunca" e pode vir a separar-se da costa, alerta a Agência Espacial Europeia.
Os fenómenos registados na Antártida são um sinal da degradação ambiental em que a Terra está mergulhada. Foto Victor/Flickr
Os fenómenos registados na Antártida são um sinal da degradação ambiental em que a Terra está mergulhada. Foto Victor/Flickr

Segundo peritos da Agência Espacial Europeia (ESA), se o gelo retido pela barreira Larsen C chegar ao mar o nível dos oceanos poderá subir cerca de dez centímetros.

A fenda registada no segmento Larsen C progrediu cerca de 60 quilómetros desde janeiro de 2016 e 20 quilómetros desde o início de janeiro deste ano, e atinge já cerca de 175 quilómetros.

De acordo com um comunicado daquela organização divulgado esta quarta-feira, "quando o icebergue se separar definitivamente da barreira de gelo, será um dos maiores jamais registados, embora seja difícil de prever quando vai acontecer".

A plataforma de gelo tem 350 metros de espessura e está unida à península Antártica unicamente por um ponto, sinaliza a ESA.

Barreiras à contenção do gelo

A Agência Espacial Europeia explica ainda que as plataformas de gelo são as porções da Antártida em que a camada de gelo está sobre o oceano e não sobre o solo, e por essa razão as barreiras Larsen A e Larsen B seguiram um processo semelhante, com fragmentações em 1995 e 2002, respetivamente.

Esta plataformas acabam por funcionar com diques de gelo e estão ligados aos glaciares em terra firme, desempenhando um papel essencial como barreiras à contenção do gelo que se solta no mar.

Note-se que em janeiro deste ano, cientistas da Universidade de Swansea, no País de Gales, já tinham dito que um dos dez maiores icebergues jamais registados com uma dimensão de cerca de 5 mil quilómetros quadrados, estava próximo de se desprender da Antártida.

Este desprendimento estava relacionado com uma comprida fenda no segmento Larsen C, localizado na costa oriental da península antártica, que tinha registado um aumento muito rápido no último mês do ano passado.

 

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Ambiente
(...)