You are here

Amadora: Deputado municipal do Bloco foi absolvido

Em março de 2015, João Camargo, deputado municipal bloquista na Amadora, foi detido, quando fiscalizava a atuação da polícia em demolições no bairro de Santa Filomena. Nesta sexta-feira, o Tribunal da Amadora absolveu-o.
João Camargo, deputado municipal do Bloco na Amadora - Foto de Irina Pampim
João Camargo, deputado municipal do Bloco na Amadora - Foto de Irina Pampim

Na sua página no facebook, João Camargo escreve: “Fui absolvido, principalmente porque filmei tudo o que aconteceu. Senão seria a minha palavra contra a de três, quarto polícias. Que foram ao Tribunal da Amadora e mentiram, contradisseram-se uns aos outros, nem se deram ao trabalho de concertar as suas versões”.

O deputado municipal bloquista salienta que “a polícia confirmou que não tinha qualquer documento legal administrativo para assegurar as demolições das casas, e que não tinha visto tais documentos”.

Segundo João Camargo, a polícia recebeu ordens da Câmara da Amadora, para garantir os despejos “ enquanto os caterpillars da câmara” as destruíam. No entanto, a câmara “interpelada pelo Tribunal” recusou ter dado ordens à polícia.

“Temos assim despejos em que a Polícia nunca tem sequer documentos legais para as demolições, em que as pessoas são tratadas como vermes, sem dignidade ou sequer direito a ser informadas sobre o que se está a passar. E temos uma Câmara Municipal, liderada por Carla Tavares e pelo Partido Socialista, que expulsava e continua a expulsar à força pessoas das suas casas, em Santa Filomena como no Bairro 6 de Maio, recorrendo a uma polícia que recebe ordens e as executa sem sequer averiguar da sua legalidade”, conclui o deputado municipal do Bloco de Esquerda.

 

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Sociedade
(...)