You are here

Almaraz: Pedro Soares denuncia “bloqueio absoluto” de Espanha em fórum parlamentar

"Relativamente à declaração final houve um bloqueio absoluto por parte da delegação espanhola em que viesse qualquer menção relativamente a Almaraz", afirmou o presidente da comissão parlamentar de Ambiente, Pedro Soares.
o parlamento português “aprovou por unanimidade”
o parlamento português “aprovou por unanimidade”

O Fórum Parlamentar Luso-Espanhol decorreu entre domingo e esta segunda-feira em Vila Real e nas conclusões não há qualquer alusão direta à questão da central nuclear de Almaraz.

O presidente da comisão parlamentar de Ambiente, o bloquista Pedro Soares, em declarações à agência Lusa, lembrou que o parlamento português “aprovou por unanimidade” vários textos sobre o tema, inclusive sobre os riscos da central nuclear, mas "a delegação espanhola, na sua maioria, teve sempre uma posição de procurar não ter em conta estas preocupações de Portugal".

Segundo o deputado bloquista, apesar de uma parte dos partidos de Espanha, nomeadamente o Unidos Podemos, concordar com as preocupações e "promover o debate também em Espanha", o que foi colocado na declaração final do fórum parlamentar é apenas "uma referência" à discussão sobre matérias de energia e posições diferentes de ambos os países.

Pedro Soares salienta que este fórum parlamentar luso-espanhol serve como "chamada de atenção relativamente ao Governo de Portugal, que tem de ter uma posição muito clara sobre o assunto", inclusive na cimeira entre os executivos dos dois países, que se realiza na próxima semana.

Na passada sexta-feira, o parlamento português aprovou, por unanimidade, um voto de repúdio apresentado pelo Partido Ecologista "Os Verdes" em que se apela ao Governo português para defender, junto de Espanha, o encerramento da Central Nuclear de Almaraz, na próxima cimeira ibérica que decorre também em Vila Real na próxima semana, a 29 e 30 de maio.

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Almaraz - ameaça nuclear, Política
Comentários (1)