You are here

Acordo conquistado na Efacec

Os trabalhadores da Efacec concluíram o processo negocial, com importantes vitórias, aumentos de salários, direitos acrescidos e mais democracia.
Trabalhadores da Efacec, foto do site da Federação Intersindical das Indústrias Metalúrgicas, Químicas, Eléctricas, Farmacêutica, Celulose, Papel, Gráfica, Imprensa, Energia e Minas.

O processo negocial foi concluído com a aprovação do pré-acordo em plenário, pelos trabalhadores da Efacec, com aumentos salariais, reclassificações e duas «pontes», sem compensação horária.

A Fiequimetal (federação intersindical das indústrias metalúrgicas, químicas, elétricas, farmacêutica, celulose, papel, gráfica, imprensa, energia e minas – CGTP-IN) descreve que "perante as lutas realizadas e a apresentação de novos pré-avisos de greve, as organizações representativas dos trabalhadores e a administração da Efacec chegaram na semana passada a acordo, na negociação do caderno reivindicativo de 2016".

O acordo alcançado inclui, segundo um comunicado da Fiequimetal:

- aumentos salariais, com valores mais elevados para quem recebe salários inferiores;

- reclassificações, "a partir de pedidos que a Direção de Recursos Humanos passará a aceitar entre Fevereiro e Março de cada ano; a decisão, após análise das circunstâncias concretas, produzirá efeitos a Abril do mesmo ano";

- duas "pontes", sem qualquer tipo de compensação horária, nos dias 2 e 9 de Dezembro.

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Sociedade
(...)