You are here

9 mortos e 300 desaparecidos em acidente com barragem no Brasil

Uma barragem em Belo Horizonte sofreu uma rutura esta sexta-feira. O acidente foi de tal dimensão que a água arrastou várias casas, provocando pelo menos 7 mortos e 150 desaparecidos.
Fotografia: Twitter/folha
Fotografia: Twitter/folha

A informação é do Governo de Minas Gerais, estado de Belo Horizonte, que afirmou ainda que as hipóteses de encontrar sobreviventes entre os desaparecidos “são mínimas”.

“A polícia, o corpo de bombeiros e os militares fizeram tudo para salvar os possíveis sobreviventes, mas sabemos que as hipóteses são mínimas e provavelmente apenas encontraremos os corpos”, afirmou o governador Romeu Zema.

Segundo a empresa mineira Vale, que detém a barragem que rebentou, a área administrativa da empresa foi atingida pela lama, tendo funcionários no seu interior. O episódio levou à ativação do plano de emergência.

Fabio Schartzman, presidente do conselho de administração da Vale, afirmou que desconhece o que provocou a rutura da barragem e que cerca de 300 trabalhadores estavam no local quando aconteceu a tragédia. Assim, as principais vítimas foram os trabalhadores da própria empresa.

Entretanto, já seis municípios emitiram um alerta para que a população se mantenha longe do leito do Paraopeba, rio que atravessa parte do estado de Minas Gerais, receando que o nível das águas possa subir.

O parque de Inhotim teve de ser evacuado, levando à retirada de cerca de mil pessoas.

O Movimento dos Atingidos por Barragens (MBA) considerou que a rutura da barragem era uma “tragédia anunciada” e afirmou que já tinham sido dados vários alertas. “Desde 2015 que inúmeras denúncias foram efetuadas sobre o risco de rompimento de barragens do complexo em Brumadinho, mas mesmo assim teve a sua ampliação aprovada pelo Conselho Estadual de Política Ambiental em dezembro passado”, afirmou a organização através de um comunicado.

Termos relacionados Internacional
(...)