You are here

80 mil protestam em Barcelona contra judicialização da política

A manifestação deste domingo saiu em defesa dos eleitos independentistas acusados por terem organizado a consulta popular sobre a independência da Catalunha.
Manifestação em Barcelona.
Manifestação em Barcelona. Foto Pere Martí Colom/Twitter

O protesto contou com a presença do ex-líder do governo catalão, Artur Mas, e de outros membros do seu executivo, acusados por Madrid de promoverem a consulta popular à margem da lei espanhola. Também marcaram presença o atual chefe de governo Carles Puigdemont, a presidente do parlamento catalão, Carme Forcadell e dirigentes de outros partidos favoráveis à autodeterminação e independência catalã.

A concentração decorreu este domingo no centro de Barcelona com a participação de 80 mil pessoas, segundo a contagem policial, e foi convocada pela Assembleia Nacional Catalã, Ómnium Cultural e a Associação dos Municípios pela Independência (AMI). 250 das 947 autarquias catalãs também têm processos por se recusarem a hastear a bandeira espanhola ou pagarem quotas à AMI, que representa 800 municípios.

No seu discurso, o presidente da Assembleia Nacional Catalã reafirmou a solidariedade com os ex-governantes acusados, prometendo voltar a sair à rua quando for necessário. “Estamos aqui para defender a democracia”, prosseguiu Jordi Sánchez, garantindo que “não há revolução cívica e democrática no mundo como a catalã”.

 

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Catalunha, Internacional
(...)