You are here

“5 de Outubro, num dia que é novamente feriado, tem um simbolismo especial”

O líder parlamentar salientou também que “não há República sem pugnar por Igualdade na sociedade”, considerando que para isso é essencial que o próximo Orçamento do Estado seja "mais um passo na retoma do rendimento das pessoas".
É essencial que o próximo Orçamento do Estado seja "mais um passo na retoma do rendimento das pessoas", destacou Pedro Filipe Soares - Foto de Nuno Veiga/Lusa
É essencial que o próximo Orçamento do Estado seja "mais um passo na retoma do rendimento das pessoas", destacou Pedro Filipe Soares - Foto de Nuno Veiga/Lusa

"Lembrar a República, o 5 de Outubro, num dia que é novamente feriado, tem um simbolismo especial. Os valores lembrados pelo Presidente são os valores da República, a que devemos estar sempre atentos", afirmou Pedro Filipe Soares, na praça do Município em Lisboa, onde decorreram as comemorações oficiais.

O Presidente da República afirmou, no seu discurso, que "o exemplo dos que exercem o poder é fundamental sempre para que o povo continue a acreditar no 5 de outubro". Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou ainda a necessidade de quem exerce o poder dar exemplo de "constante humildade, de proximidade, de frugalidade, de independência, de serviço pelos outros, de todos os outros, mas com natural atenção aos mais pobres, carenciados, excluídos".

Mais transparência na condução dos destinos públicos

Pedro Filipe Soares lembrou também que o Bloco de Esquerda apresentou nesta terça-feira, 4 de outubro, para limitar gastos das campanhas eleitorais a metade, cortar nas subvenções partidárias e acabar com várias isenções fiscais de que os partidos beneficiam.

Pedro Filipe Soares sublinhou que estas iniciativas do Bloco “podem trazer qualificação da democracia, mais transparência na condução dos destinos públicos e mais combate à corrupção”.

“Por isso, mais República, mais democracia. Também não há República sem pugnar por Igualdade na sociedade e para isso é essencial que o próximo Orçamento do Estado (OE 2017) traga boas medidas, novas medidas, para ser uma sequência no caminho já traçado. Mais um passo na maior igualdade no país e na melhoria da qualidade de vida”, destacou o líder parlamentar bloquista.

Mais um passo na retoma do rendimento das pessoas

Questionado pela comunicação social sobre as negociações do OE2017, que estão em curso, Pedro Filipe Soares declarou que “as reuniões sucedem-se”, que “está claro” quais são os “pontos pendentes”, salientando que “como percebem, nós não iremos negociar na praça pública”.

“As nossas prioridades são conhecidas: dar neste orçamento mais um passo na retoma do rendimento das pessoas”, declarou também o líder parlamentar bloquista, sublinhando que “não há tempo perdido em qualquer uma destas negociações” e que “estamos agarrados sempre à parte positiva deste processo”.

“Já foi possível descongelar pensões, já foi possível aumentar apoios sociais, já foi possível aumentar o salário mínimo, já foi possível garantirmos que há uma diferença política na maioria parlamentar deste governo face ao governo anterior. Acreditamos que o próximo OE deve ser, pode ser mais um passo nesse sentido. É para isso que estamos a trabalhar”, afirmou a concluir Pedro Filipe Soares.

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Política
(...)