Está aqui

Informação sobre nuclear

Para saber mais e aprofundar conhecimento fornecemos um conjunto de ligações de informação geral, de agências do nuclear, de sites favoráveis à energia nuclear e de sites contrários a ela.
Nuclear na Wikipedia: Nuclear power (em inglês), Energia nuclear (em português)

Agências:
Agência Internacional de Energia Atómica (International Atomic Energy Agency)
Instituto de Radioprotecção e de Segurança Nuclear de França (Institut de Radioprotection et de Sûreté Nucleaire)
EIA - Informação e Administração de Energia - EUA (EIA - Energy Information Administration)
NDA Autoridade de Desmontagem Nuclear Reino Unido (Nuclear Decomissioning Authority)
NEA Agência de Energia Nuclear OCDE (Nuclear Energy Agency)

Sites de informação geral:
Energia Nuclear: Balanço de Energia (Nuclear Power: the Energy Balance por Jan Willem Storm van Leeuwen and Philip Smith)
O Futuro da Energia Nuclear (The Future of Nuclear Power: An Interdisciplinary MIT Study) by John Deutch (Co-Chair), Ernest J. Moniz (Co-Chair), Stephen Ansolabehere, Michael Driscoll, Paul E. Gray, John P. Holdren, Paul L. Joskow, Richard K. Lester, and Neil E. Todreas; Massachusetts Institute of Technology
Fábricas de Energia Nuclear no Mundo (The Virtual Nuclear Tourist)
Monitor nuclear

Sites contrários à energia nuclear:
Plataforma Não ao Nuclear
Greenpeace - Fim da Idade Nuclear End the Nuclear Age
WISE Serviço de Informação Mundial sobre Energia (World Information Service on Energy)
Um Milhão de Europeus contra a Energia Nuclear One Million Europeans Against Nuclear Power!
Rede Sair do Nuclear (França) Réseau Sortir du nucleaire
Energia Nuclear da ONG Public Citizen: Critical Mass Energy Program
IEER Instituto de Investigação sobre Energia e Ambiente (Institute for Energy and Environmental Research)

Sites favoráveis à energia nuclear:
NEI Instituto de Energia Nuclear (Nuclear Energy Institut)
WNA Associação Nuclear Mundial (The World Nuclear Association)
ANS Sociedade Nuclear Americana (American Nuclear Society)
EFN Ambientalistas pela Energia Nuclear (Environmentalists For Nuclear Energy)
Site de James LOVELOCK

(...)

Resto dossier

Dossier Energia Nuclear

A emissão de gases ameaça o planeta. O preço do petróleo bate recordes, aproximando-se actualmente dos 80 dólares por barril, o maior valor de sempre. Vivemos uma crise do actual paradigma energético mundial, o qual assenta no uso de combustíveis fósseis, o petróleo, o carvão e o gás natural. Esta crise é simultaneamente energética, ambiental, geopolítica e democrática.

Informação sobre nuclear

Para saber mais e aprofundar conhecimento fornecemos um conjunto de ligações de informação geral, de agências do nuclear, de sites favoráveis à energia nuclear e de sites contrários a ela.

Opções energéticas

Não há uma saída milagrosa para a actual situação energética de Portugal. É necessária uma alteração profunda de política e um conjunto diversificado de medidas. A primeira prioridade passa por aumentar a eficiência energética e reduzir os consumos (reduzir a intensidade energética), sobretudo no sector dos transportes (exige políticas sérias de mobilidade e ordenamento do território, reduzindo-se o uso do veículo particular).

Desastres Nucleares

Chernobyl continua a marcar a história da energia nuclear e das terríveis consequências que pode ter. Muitos outros acidentes aconteceram na relativamente curta história da energia nuclear. 20 acidentes estão referenciados neste mapa, mas foram quatro os maiores desastres da energia nuclear: Chernobyl em 1986, Three Mile Island em 1979, Mayak em 1957 e Windscale também em 1957.

Situação energética

Portugal tem uma forte dependência externa de energia, elevada e crescente intensidade e um consumo sem controlo em edifícios e nos transportes. As emissões de gases de efeito de estufa têm aumentado muito para além do compromisso estabelecido no Protocolo de Quioto. O professor Delgado Domingos considerou numa comunicação de Fevereiro de 2006 que "Portugal tem muito baixa eficiência energética e ausência de uma politica energética coerente e sustentada que estimule a concorrência e a transparência do mercado".

Energia nuclear

A crise do modelo energético tem levado a uma busca de novas soluções. A opção nuclear ressurgiu. Um estudo publicado em 2003 pelo MIT, O Futuro da Energia Nuclear, admite que a energia nuclear poderá contribuir para minorar o problema das emissões de GEE, mas conclui: "não encontrámos e, com base no conhecimento actual, não cremos ser realista esperar que venham a existir novas tecnologias de reactores e de ciclos de combustível que simultaneamente ultrapassem os problemas relativos ao custo, segurança, resíduos e proliferação". Foto de picture-newsletter.com