Está aqui

Descoberto mecanismo natural para combater vírus da sida

virus_sidaForam dados novos passos decisivos na descoberta de uma cura para o vírus da SIDA. Um estudo de investigadores da Universidade Alemã de Ulm revelou que a chave para o controlo da infecção do HIV pode estar no sangue dos próprios infectados. Trata-se de uma proteína que se une ao agente infeccioso e impede que este entre nos linfócitos, e que já está presente em muitos seres humanos. A médio prazo, esta descoberta pode ter efeitos práticos no desenvolvimento de um novo fármaco bastante mais eficaz do que os existentes. A descoberta foi publicada na revista Cell
Os cientistas têm procurado, desde o início da epidemia, uma explicação para as diferenças de actuação do HIV consoante as pessoas infectadas. Nalgumas, bastam poucos meses para que, se não forem medicadas, o sistema imunitário de destrua e a SIDA se desenvolva. Outras vivem durante anos - e há casos de mais de 20 anos - sem tomar qualquer medicamento e sem desenvolver a doença. A presença da proteína agora identificada pode ser a explicação para esta situação.

Esta descoberta pode ter efeitos práticos a médio prazo, na medida em que o desenvolvimento de um fármaco que estimule a produção desta proteína poderia controlar a infecção. Com duas vantagens claras: por um lado, ao tratar-se de uma proteína humana, supõe-se que os efeitos secundários seriam muito menos agressivos do que os causados pelos retrovirais que se usam actualmente; por outro lado, como a proteína actua bloqueando o vírus e impedindo que este alcance os glóbulos brancos, estaria aberta uma nova via terapêutica que poderá servir para tratar os casos em que o vírus desenvolveu resistências aos medicamentos actualmente existentes.

Termos relacionados Sociedade