Está aqui

Campanha Venezuela

DOIS MILHÕES EM COMÍCIO DE CHÁVEZ
Comício ChávezA "maré vermelha" tomou Caracas, o actual presidente da Venezuela, Hugo Chávez, encerrou a campanha eleitoral com um comício gigante na capital venezuelana em que participaram mais de 2 milhões de apoiantes. Chávez afirmou se for eleito continuará a lutar por uma Venezuela que respeite a herança do libertador Simon Bolivar e que construa uma sociedade socialista. Domingo são as eleições. Na marcha a que os chavistas deram o nome de “maré vermelha”, Chávez afirmou que estas eleições presidenciais eram uma “batalha” contra o “império mais poderoso do mundo” , a “quem vamos fazer engolir as suas palavras”.
Num discurso de mais cerca de duas horas, Chávez afirmou que depois das eleições a Venezuela começará a construir o socialismo. “Está terminado o processo de transição. Quem conhece a agenda bolivariana sabe que nós sabemos muito bem para onde queremos ir”.
O presidente Venezuelano defendeu uma maior transferência de poderes políticos com os cidadãos.
O candidato da oposição, Manuel Rosales, governador do estado petrolífero de Zulia, encerrou Sábado a sua campanha perante um milhão de seguidores. As sondagens dão quase 66% dos votos a Chávez, que poderá ter 10 milhões de votos, em 16 milhões de eleitores.

 

Termos relacionados Internacional