Está aqui

Esquerda com Memória

Há 50 anos: O julgamento de Joaquim Pinto de Andrade

Abril 5, 2021

Há 50 anos, 30 de Março de 1971, chegava ao fim, no Tribunal Plenário da Boa Hora – 4º Criminal de Lisboa – o julgamento de dez pessoas acusadas de apoio ao MPLA, Movimento Popular de Libertação de Angola. Por Diana Andringa.

Manuela de Azevedo.

Em 1936, Manuela de Azevedo defendia o direito à eutanásia, “a morte libertadora”

Março 25, 2021

A primeira mulher a ter carteira profissional de jornalista tinha 24 anos e vivia em Viseu quando escreveu o artigo “Matar por piedade”. A peça enviada para o jornal República, datada de 25 de março de 1936, foi barrada pelos Serviços de Censura da ditadura. Por Mariana Carneiro.

Os Três Caminhos de Álvaro Cunhal - Notas Breves sobre a História do PCP

Março 20, 2021

Três caminhos que marcaram, tanto no plano interno como no plano internacional, o que seria o perfil político e ideológico do PCP no pós Segunda Guerra Mundial, durante a clandestinidade, mas seguramente além dela. Por Fernando Rosas.

15 de março de 1961: A UPA e a revolta no norte de Angola

Março 15, 2021

Os acontecimentos que abalaram o Norte de Angola em 1961 representaram um ponto de não retorno na perceção do que se passava nas colónias portuguesas e nas relações entre colonizadores e colonizados. Por Maria da Conceição Neto.

Álvaro Lins em 1964.

Álvaro Lins – O embaixador brasileiro que enfrentou Salazar

Março 10, 2021

Prestes a ser preso pela PIDE, em 12 de janeiro de 1959, Humberto Delgado pede asilo na Embaixada do Brasil. Álvaro Lins é o embaixador brasileiro que enfrenta as pressões de Salazar e as hesitações do seu governo, protegendo o General Sem Medo. Por Álvaro Arranja.

9 de março de 1916: Declaração de guerra da Alemanha a Portugal

Março 9, 2021

Os democráticos, liderados por Afonso Costa e por uma elite militar onde avultava a figura do general Norton de Matos, foram os principais responsáveis pela intervenção de Portugal na Primeira Grande Guerra. Por Luís Farinha.

110 anos depois, o jornal “O Negro” em versão online gratuita

Março 9, 2021

A 9 de março de 1911 era lançado em Lisboa o jornal “O Negro: Órgão dos Estudantes Negros”. Os três números desta publicação foram reeditados em papel e estão disponíveis uma versão online gratuita.

8 de Março: uma Luta, uma Mulher

Março 8, 2021

Que vivências, que memórias de lutas colectivas conduziram a este momento – 8 de Março de 1857, Nova Iorque, operárias têxteis nas ruas?. Por Helena Neves.

Notícia do jornal “A Batalha” da assembleia de fundação do Partido Comunista Português – avante.pt

O PCP foi fundado há 100 anos

Março 6, 2021

O Partido Comunista Português é considerado um caso único na história do movimento operário internacional. A sua fundação não resulta de um poderoso movimento de massas, nem de uma cisão do Partido Socialista. Por João Vasconcelos

A fundação do diário operário “A Batalha”

Fevereiro 23, 2021

Na Conferência Operária de Lisboa, em 1917, o militante anarcossindicalista Raul Neves Dias fez uma proposta para a criação de um jornal operário diário, a qual foi aprovada. Só em 23 de fevereiro de 1919 surgiu esse diário sindicalista com o título de A Batalha. Por João Vasconcelos.

"Portugal e o Futuro"

Fevereiro 22, 2021

Um livro “proibido” do general António de Spínola com parecer favorável do general Costa Gomes. A publicação de Portugal e o Futuro, em 22 de fevereiro de 1974 – a dois meses do “25 de Abril”, desencadeou um terramoto no regime. Por Luís Farinha.

O Manifesto e o resto

Fevereiro 21, 2021

Marx e Engels tinham 29 e 27 anos, respetivamente, quando marcaram a história do mundo com a força material que o Manifesto projetou no movimento operário, de milhões e milhões de trabalhadores e intelectuais que desfraldaram o curso do marxismo como bandeira de emancipação em revoluções ganhas e perdidas. Por Luís Fazenda.

90 anos do Avante!

Fevereiro 15, 2021

Em 15 de fevereiro de 1931, o Avante! aparecia a público com uma linguagem ainda longe de incorporar a doutrina marxista-leninista em toda a sua plenitude. Por Luís Farinha.

13 de fevereiro de 1965: O assassinato do general Delgado

Fevereiro 13, 2021

O assassinato a sangue frio do general Humberto Delgado por uma brigada da PIDE, chefiada pelo inspetor Rosa Casaco, ficou para a história do fascismo português como o mais hediondo crime – senão comandado, pelo menos consentido – pelo ditador Oliveira Salazar. Por Luís Farinha.

O 4 de fevereiro de 1961 e a guerra colonial em Angola

Fevereiro 4, 2021

Em 1969, a jornalista Diana Andringa escreveu um artigo para a Vida Mundial, intitulado “Angola: Oito anos de luta”. O texto, cortado pela Censura, não chegou a ser publicado. Mais de 50 anos depois, o Esquerda.net recupera o seu testemunho sobre o início da guerra na ex-colónia e as lutas internas entre movimentos angolanos.

A Revolta de “3 de Fevereiro de 1927”

Fevereiro 3, 2021

Pode dizer-se que a República nunca tivera tantos defensores armados, nem mesmo no “5 de Outubro de 1910”. Também nunca tivera tantos adversários e por isso o movimento revolucionário sucumbiu. Por Luís Farinha.

O 31 de Janeiro de 1891

Janeiro 31, 2021

O 31 de Janeiro de 1891 foi um movimento patriótico e republicano, gerado pela reação nacional ao Ultimato inglês de 1890 e à crise financeira que, um ano depois, havia de declarar-se pela “bancarrota de 1892”. Por Luís Farinha.

Jaime Cortesão e os antifascistas portugueses na Espanha republicana e na guerra civil

Janeiro 30, 2021

Defensor da necessidade de lutar em Espanha para libertar Portugal, Jaime Cortesão era apontado pelos seus companheiros como o Presidente da República democrática que pretendiam restaurar através do "Plano Lusitânia". Mas o desenlace da guerra civil espanhola frustrou o objetivo. Por Álvaro Arranja.

“Democracia real” e auto-organização da classe trabalhadora

Janeiro 25, 2021

A maré revolucionária iniciada no Cairo ofereceu ao mundo o espectáculo de milhares de pessoas concentradas, a 25 de janeiro de 2011, na Praça Tahrir, a fazerem dela uma ágora para decidir sobre o rumo do movimento. Por António Louçã.

1905: Ensaio geral para um século de revoluções

Janeiro 22, 2021

A 9 de janeiro de 1905 (22 de janeiro no calendário gregoriano, pelo qual nos regemos) um cortejo pacífico de famílias operárias foi recebido diante do Palácio de Inverno pela guarda imperial – a tiro. Era o “Domingo Sangrento”. Por António Louçã.

Janeiro de 1937: “Bombas dos Ministérios”

Janeiro 21, 2021

Entre 20 e 22 de janeiro de 1937, Lisboa foi acordada pelo deflagrar de algumas dezenas de bombas colocadas em Ministérios, em rádios e em empresas de produção de armamento e de distribuição de combustível. Por Luís Farinha.

Cabral ka muri/mori (“Cabral não morreu”)

Janeiro 20, 2021

Amílcar Cabral foi assassinado faz hoje 48 anos, mas o tempo da luta é diferente do tempo da biologia e está sempre a trocar-lhe as voltas. Nada que não soubéssemos já: Cabral ka muri/mori (“Cabral não morreu”). Por Rita Lucas.

Greve Revolucionária contra o Fascismo

Janeiro 18, 2021

A “greve geral revolucionária” de 18 de Janeiro de 1934 nasce de um crescendo revolucionário (sem retorno) do movimento sindical politizado contra a “fascização dos sindicatos” e o fim do sindicalismo livre que tinha sido pujante durante a I República. Por Luís Farinha.

Operação Tridente

Janeiro 15, 2021

A 15 de janeiro de 1964 tem início a primeira fase da operação Tridente, em que forças portuguesas, comandadas por Fernando Cavaleiro, desembarcam na ilha do Como, no Sul da Guiné. A operação prolonga-se por mais de dois meses. Por Aniceto Afonso e Carlos Matos Gomes no livro Guerra Colonial.

Quando os social-democratas mandaram matar Rosa Luxemburgo

Janeiro 15, 2021

Rosa Luxemburgo era considerada por apoiantes e adversários como "uma das melhores cabeças do socialismo internacional". Foi assassinada a 15 de janeiro de 1919, a mando dos seus antigos camaradas social-democratas. Por António Louçã.