FESAP cancela ações de protesto da função pública

A Frente Comum de Sindicatos da Administração Pública tinha convocados ações de protesto dos trabalhadores da função pública para as datas de 19 e 20 de março. Em causa estavam os protestos por aumentos salariais de 90 euros para todos os trabalhadores, uma “efetiva negociação" com o Governo e a "correção urgente" da tabela salarial. Em causa estava ainda a atualização do subsídio de refeição para 6,5 euros e a reposição dos 25 dias de férias.

Também o Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) desconvocou hoje a assembleia-geral “de emergência” para avaliar o eventual recurso à greve face ao “desrespeito” pelos tripulantes de cabine da TAP.

Teaser

A pandemia do Covid-19 levou à decisão de cancelamento das ações de protesto da função pública marcadas para os dias 19 e 20 de março. Também o SNPVAC desconvocou assembleia geral de tripulantes da TAP.

Main Image
FESAP cancela ações de protesto da função pública
Thumbnail Image
FESAP cancela ações de protesto da função pública