Bruxelas intima Bélgica, Espanha e Polónia a aplicarem diretiva de segurança nuclear

A Comissão Europeia abriu um processo à Espanha e à Polónia por não estarem a cumprir com as exigências de segurança nuclear da diretiva comunitária, atualizada após o acidente da central japonesa de Fukushima. Ambos os governos têm agora dois meses para responder ao apelo de Bruxelas, que pode em seguida enviar um parecer fundamentado aos países infratores. Só então, caso a situação não se altere, o processo seguirá para o Tribunal Europeu. No caso da Bélgica, o processo já estava aberto e seguirá agora o parecer fundamentado para que o país evite ir a tribunal por não respeitar as exigências de segurança nuclear da legislação europeia.

Teaser

A Comissão Europeia abriu um processo à Espanha e à Polónia por não estarem a cumprir com as exigências de segurança nuclear da diretiva comunitária, atualizada após o acidente da central japonesa de Fukushima.

Main Image
Main Image Credit
Exercínio na central de Almaraz. Foto Ministerio do Interior de Espanha/Flickr
Thumbnail Image
Bruxelas intima Bélgica, Espanha e Polónia a aplicarem diretiva de segurança nuclear