Está aqui

Biblioteca

Esta semana, um conto sobre o vício de coleccionar livros.

O e-book que oferecemos esta semana pertence ao volume The Dubliners, de James Joyce.

O e-book da semana é “Myslowitz-Braunschweig-Marselha (História de um fumador de haxixe)”, do filósofo Walter Benjamin.

Ninguém levaria o velho capitão a deixar de fumar. Ninguém? Um conto de Emilio de Marchi (1851-1901)

O conto que oferecemos esta semana aos nossos leitores é do escritor italiano Giuseppe Giacosa (1847-1906)

O conto é do escritor italiano Ferdinando Paolieri (1878-1928), um dos últimos representantes do realismo “provinciale”, que na Toscana teve grandes mestres.

O conto que oferecemos esta semana aos leitores é do escritor e dramaturgo russo Leoníd Nikoláievich Andréyev (1871-1919), líder do movimento expressionista e um dos mais prolíficos escritores do seu tempo.

"Sorte", de Mark Twain, é o e-book que oferecemos esta semana aos leitores, na semana em que se assinala o centenário da morte do autor. Samuel Langhorne Clemens (1835 - 1910) é um dos mais populares escritores, humoristas e romancistas norte-americanos.

Páginas

Nas principais empresas da bolsa portuguesa, nos últimos três anos, o custo do trabalho esteve estagnado, mas o vencimento dos gestores aumentou 40%.

As touradas são um espectáculo abominável que foi sucessivamente extinto em todos os países do Mundo à excepção dos oito países que restam. Portugal é um deles.

Enquanto em Lisboa se festejava a vitória da canção israelita no festival da canção, Gaza precipitava-se para o massacre mais sangrento dos últimos anos.

Só a reversão da legislação laboral do PSD/CDS e da troika nos pode colocar no caminho do progresso e da recuperação do poder de compra perdido pelos trabalhadores.

O nosso partido foi conspirativamente afastado do poder em 2015 e agora vai recuperá-lo com glória. Para tanto, o guião seguinte deve ser cumprido escrupulosamente, para transformarmos o risco da derrota na certeza da vitória.

Não será pelas fotografias que se conhecerá o pensamento, o percurso, ou a vida de Marx. Artigo de Nuno Pinheiro.

A 5 de maio comemora-se o 200º aniversário do nascimento de Karl Marx. O esquerda.net publica alguns contributos sobre a figura e a importância do legado de Marx para a compreensão do mundo de hoje. Dossier organizado por Luís Branco

O livro não era fácil. Nem para os filósofos, que tinham que mergulhar na economia, nem para os economistas, que tinham que sofrer a crítica à sua submissão ideológica e demais conceitos filosóficos, nem muito menos para os leigos, inocentes de todas essas deambulações.  Artigo de Francisco Louçã.

Nesta versão abreviada do segundo capítulo do recém-lançado livro Another Marx: Early Writings to the InternationalMarcello Musto acompanha os passos de Karl Marx no ano em que viveu em Paris, uma etapa marcante que abriu os horizontes da sua investigação e mudou para sempre os fundamentos da ciência económica.

Marx não teve a noção da capacidade da burguesia para resistir e até para avançar. Nós já temos a fita do tempo e a medida das transformações que conhecemos como necessárias. Artigo de Luís Fazenda.