Está aqui

Biblioteca

Silencioso quando nasceu, silencioso na vida, silencioso quando morreu, mais silencioso ainda foi o seu enterro. Mas no outro mundo foi diferente. Ali a morte de Bontsha foi uma sensação. O som da trombeta messiânica ecoou pelos sete céus, anunciando: Bontsha, o Silencioso, morreu!

...Em consequência dos factos anunciados acima, o signatário pede humildemente autorização ao chefe de Estado para passar unicamente sobre o passeio do lado direito da Grand-Rue.

"Quando pela primeira vez o fantasma ficou na luz de perigo", prosseguiu, pondo o cabelo preto atrás da cabeça, e movendo as mãos de um lado a outro das têmporas, febrilmente tenso, "por que não me contou onde aconteceria o acidente, se fosse mesmo acontecer? Talvez isso pudesse ter evitado a catástrofe"

– Quer dizer que eu roubei as nozes que nem eram minhas? Então não é meu o que cai na minha propriedade, em cima das minhas batatas? Quer dizer que eu sou um ladrão?

– Se queria fazer um brinde, porque não brindou à liberdade constitucional, aos exércitos do Danúbio ou à liberdade de imprensa, ou algum brinde semelhante?

– Mas, meu senhor. Num mês aqui eu não poderia ter aprendido isso tudo.

– Mestre Janos, prenda este homem!

Considerou Beauregard que, se a afeição dela só dependia de tal condição, não convinha desobedecer-lhe. Por isso limitou-se a dizer:

– Como últimas palavras que hei de vos dirigir, declaro que nunca mais falarei sem que mo ordeneis.

– Ó, fiéis! Vós sabeis sobre o que é que eu vos vou falar?

– Não, não sabemos – responderam eles, em coro.

– Já que não o sabem, não poderei dizer-vos nada. Gente ignorante, é isso que todos são.

Que linda moça! Que brilho nos seus olhos! Mas Muirland estava impressionado com o estranho clarão que emanava desses mesmos olhares. Aproximou-se. Coisa estranha! A sua mulher, pelo menos foi o que pensou, não tinha pálpebras.

Todos aqueles príncipes do Inferno estavam de acordo em que era necessário descobrir a verdade. Decidiram mandar um deles ao mundo, para ali pessoalmente a conhecerem, sob a forma humana.

"Amigo", disse ele obstinadamente, "estou decidido. Não dou um passo adiante nessa perversão."

Páginas

O Governo Regional dos Açores desde início de dezembro que afirma estar a estudar um apoio aos pais que têm de faltar ao trabalho para apoiar os filhos cujas escolas encerraram. Parece que a criação de um apoio deste tipo está próxima da complexidade da engenharia espacial.

A Justiça portuguesa já andava mergulhada em dúvidas existenciais sobre a sua natureza e sobre o comportamento antinatural das suas toupeiras. Nasce então o dia em que uma procuradora do Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) de Lisboa achou que podia acordar na Hungria.

Se não aceito que sejam comentadores ou sondagens a limitar a minha escolha, também não votarei em função da chantagem imposta pela extrema-direita ou na criação de bipolarizações artificiais.

A onda de solidariedade com Marisa Matias que se tem levantado é mais do que merecida. Os lábios pintados, de mulheres e homens solidários de tantas opiniões, são muito mais que lábios pintados. São uma afirmação democrática e uma arma contra o ódio.

Para o novo governo regional dos Açores o que vale é a confiança política e a lealdade aos partidos do governo e essas são as principais características a valorizar nos gestores públicos e dirigentes.

Face a um presidente Piñera desmoralizado, "sim" a uma nova Constituição e Constituinte venceu com quase 80%. Foto de Jose Pereira.

Vitória do MAS boliviano, que regressou ao poder depois de ter sido afastado por um golpe de Estado, vitória do “sim” à nova Constituição no Chile e rebelião no Peru estremeceram um continente entristecido pela pandemia. Artigo de Luis Leiria.

O mundo em 2020 além da pandemia

Reunimos aqui alguns dos principais acontecimentos do ano a nível internacional, à margem do tema omnipresente na atualidade informativa em 2020. Dossier organizado por Luís Branco.

Manifestantes em Los Angeles. Foto de ETIENNE LAURENT/EPA/Lusa.

Crise com o Irão, disputas com a China, movimento Black Lives Matter e presidenciais. 2020 foi um ano que mudou a vida política norte-americana. Um balanço sem covidArtigo de Carlos Carujo.

Manifestação da sociedade civil em Luanda a 10 de dezembro de 2020, Largo da Independência - Foto de ativistas publicada no facebook

O ano de 2020 fica marcado por dois processos em relação a Angola. Em primeiro lugar, a denúncia e combate à corrupção, em particular a partir do Luanda Leaks, dado a conhecer a 19 de janeiro de 2020. Em segundo lugar, as manifestações contra o custo de vida e pela afirmação da cidadania. Artigo de Carlos Santos.

A crise chegou, mas não aos super-ricos

Enquanto as previsões do Banco Mundial apontam para o crescimento da pobreza extrema pela primeira vez em 20 anos, com até 150 milhões de pessoas a viver com 1,61 euros por dia, os multimilionários tiveram ganhos históricos este ano, com algumas fortunas a ultrapassar os 200 mil milhões de dólares.