Está aqui

Biblioteca

Silencioso quando nasceu, silencioso na vida, silencioso quando morreu, mais silencioso ainda foi o seu enterro. Mas no outro mundo foi diferente. Ali a morte de Bontsha foi uma sensação. O som da trombeta messiânica ecoou pelos sete céus, anunciando: Bontsha, o Silencioso, morreu!

...Em consequência dos factos anunciados acima, o signatário pede humildemente autorização ao chefe de Estado para passar unicamente sobre o passeio do lado direito da Grand-Rue.

"Quando pela primeira vez o fantasma ficou na luz de perigo", prosseguiu, pondo o cabelo preto atrás da cabeça, e movendo as mãos de um lado a outro das têmporas, febrilmente tenso, "por que não me contou onde aconteceria o acidente, se fosse mesmo acontecer? Talvez isso pudesse ter evitado a catástrofe"

– Quer dizer que eu roubei as nozes que nem eram minhas? Então não é meu o que cai na minha propriedade, em cima das minhas batatas? Quer dizer que eu sou um ladrão?

– Se queria fazer um brinde, porque não brindou à liberdade constitucional, aos exércitos do Danúbio ou à liberdade de imprensa, ou algum brinde semelhante?

– Mas, meu senhor. Num mês aqui eu não poderia ter aprendido isso tudo.

– Mestre Janos, prenda este homem!

Considerou Beauregard que, se a afeição dela só dependia de tal condição, não convinha desobedecer-lhe. Por isso limitou-se a dizer:

– Como últimas palavras que hei de vos dirigir, declaro que nunca mais falarei sem que mo ordeneis.

– Ó, fiéis! Vós sabeis sobre o que é que eu vos vou falar?

– Não, não sabemos – responderam eles, em coro.

– Já que não o sabem, não poderei dizer-vos nada. Gente ignorante, é isso que todos são.

Que linda moça! Que brilho nos seus olhos! Mas Muirland estava impressionado com o estranho clarão que emanava desses mesmos olhares. Aproximou-se. Coisa estranha! A sua mulher, pelo menos foi o que pensou, não tinha pálpebras.

Todos aqueles príncipes do Inferno estavam de acordo em que era necessário descobrir a verdade. Decidiram mandar um deles ao mundo, para ali pessoalmente a conhecerem, sob a forma humana.

"Amigo", disse ele obstinadamente, "estou decidido. Não dou um passo adiante nessa perversão."

Páginas

O futebol, que deu a Ventura a fama e o proveito, é um dos seus pontos fracos. Ele reage a quente, é capaz de acirrar ódios clubísticos no comentário avulso e até, como se viu nestes dias, nem hesita em lançar o seu preconceito racial contra todos os clubes.

Por mais paradoxal que possa parecer, este despertar serve de prova da existência de um problema estrutural e de longo-termo de racismo em Portugal.

Em abril deste ano haverá um referendo no qual os chilenos decidirão se querem ou não uma nova Constituição. Esperemos que a primavera chilena triunfe nas urnas e que estes ventos de revolta e de mudança possam chegar aos seus vizinhos latinoamericanos.

Sob o governo do primeiro ministro nacionalista hindu, Narendra Modi, líder da extrema direita do BJP, a Índia tem passado gradualmente de uma democracia vibrante para um estado teocrático.

Nenhuma lealdade ou afeto justificam gestos censórios e a proibição de livros. A discussão de ideias é o que nos mantém vivos, para lá de qualquer sepultura.

Sou a favor da despenalização da eutanásia ativa voluntária e do suicídio assistido não só devido à minha vivência como médico mas também à minha formação filosófica. Artigo de Jaime Teixeira Mendes.

André Ventura junto com Pedro Passos Coelho na campanha eleitoral que o irá eleger como vereador do PSD em Loures. Foto de Nuno Fox/Lusa.

O partido com mais sucesso da extrema-direita nacional pretende passar por partido de protesto. Mas em questões económicas é totalmente alinhado com os interesses dominantes. O seu programa levaria à destruição da escola pública, ao fim do Serviço Nacional de Saúde e do princípio de que quem ganha mais, paga mais impostos.

Manifestação anti-fascista em Londres. Dezembro de 2018.

A nova vaga de partidos de extrema-direita tem aspeto e política económica diferentes das anteriores. Agora, grande parte, é descomplexadamente liberal no seu programa, servindo dessa forma os interesses dos mais poderosos economicamente. Como o prova o Chega em Portugal. Dossier organizado por Carlos Carujo.

Cartaz anti-extrema-direita numa manifestação em Londres. Julho de 2018.

Assume faces diferentes mas sempre reconhecíveis, escolhe inimigos diferentes mas sempre nos mais fracos, faz discursos diferentes mas sempre promovendo o ódio. A extrema-direita que juravam há pouco tempo ser coisa do passado e não ter lugar na Europa, chegou em força e governa vários países. Conheça alguns dos movimentos.

Capa da brochura A extrema-direita no governo.

Há um casamento de conveniência entre nacionalismo e neoliberalismo e os novos autoritarismos fazem perigar a democracia. É o que defendem Stefanie Ehmsen e Albert Scharenberg em “A extrema-direita no governo: seis casos por toda a Europa” da Fundação Rosa Luxemburgo. Trazemos a introdução de um texto que pode ser lido aqui.