Está aqui

Belfagor

Todos aqueles príncipes do Inferno estavam de acordo em que era necessário descobrir a verdade. Decidiram mandar um deles ao mundo, para ali pessoalmente a conhecerem, sob a forma humana. A sorte recaiu sobre Belfagor, arquidiabo, que anteriormente – antes de cair do Céu – tinha sido arcanjo.

O florentino Nicolau Maquiavel (1469-1527), diplomata, homem de Estado, historiador e escritor, tornou-se um nome consagrado (a ponto de dar origem ao adjectivo “maquiavélico”) como autor de “O Príncipe”, obra que é um marco do Renascimento italiano, até hoje indispensável nos estudos das ciências políticas. Belfagor, a sua única história curta conhecida, está presente em várias antologias do humor universal.

AnexoTamanho
PDF icon Belfagor90.62 KB

Sobre o/a autor(a)