Está aqui

Tomi Mori

Correspondente internacional do Esquerda.net http://www.twitter.com/tomimorijapan

Artigos do Autor(a)

16 de Julho, 2012 - 12:05h

Metalúrgicos de empresas tão importantes como a Hyundai, a Kia ou a própria General Motors reivindicam melhorias nas suas condições de trabalho, aumentos salariais e o fim do trabalho precário.

15 de Julho, 2012 - 00:46h

Cisão do partido do governo, liderada pelo “shogum das sombras” Ichiro Ozawa, o exemplo do político corrupto, arrasta 48 deputados para a fundação de um novo partido. O gabinete Noda tem os seus dias contados. Por Tomi Mori.

3 de Julho, 2012 - 15:34h

Revolta é contra a construção de uma fábrica Sichuan Honda, por problemas ambientais. Houve confrontos com a polícia, e a mobilização arrancou uma primeira vitória.

1 de Julho, 2012 - 17:44h

O que deveria ser uma festa unitária, com a participação do presidente Hu Jintao, acabou por se transformar numa das mais sólidas atitudes de rebelião dos últimos anos.

30 de Junho, 2012 - 21:25h

Manifestantes foram à residência oficial do primeiro-ministro japonês, Yasuhiko Noda, protestar contra a reativação de dois reatores da companhia Kansai Electric Power Co, da central de Ohi.

16 de Junho, 2012 - 16:22h

Primeiro-ministro Yasuhiko Noda decide reativar dois reatores nucleares na central de Oi, ignorando vontade popular expressa uma petição que recolheu 7,5 milhões de assinaturas.

28 de Maio, 2012 - 16:11h

Irmão do ativista cego Chen Guangcheng, que recentemente obteve visto de saída do País, sofreu torturas e represálias e depois simplesmente não voltou para o hotel.

27 de Maio, 2012 - 00:36h

Os investigadores da Universidade de Tóquio anunciaram recentemente que a possibilidade de um terramoto de magnitude superior a 7 pontos, na escala Richter, ocorrer em Tóquio, nos próximos 4 anos, é de 70%.

13 de Maio, 2012 - 12:22h

Um ano depois das grandes mobilizações de 15 de maio de 2011, protestos marcaram o regresso em força em toda a Espanha. Reportagem da grande manifestação da Plaça Catalunya, onde os ativistas vão permanecer acampados até o próximo dia 15.

3 de Maio, 2012 - 15:26h

Ativista que procurara abrigo na embaixada americana em Pequim pede agora asilo político aos EUA. Obama preocupa-se principalmente com as relações comerciais com Pequim.

Páginas