Tiago Ivo Cruz

Tiago Ivo Cruz

Doutorando na FLUL, Investigador do Centro de Estudos de Teatro/Museu Nacional do Teatro e da Dança /ARTHE, bolseiro da FCT

Delicioso. Descobrir o lado humano de uma ortodoxia religiosa que afinal de contas são homens, tão sagrados quanto profundamente tontos, é uma delicia intelectual oferecida por Moretti de forma refinada e educada.

Angela Merkel decidiu que a solução é o reforço do pacto, o reforço da desgraça. Sarkozy estrebucha mas obedece.

A manutenção de um canal público sem publicidade, no caso português e com este governo, significa simplesmente que não vai ter financiamento para programação de grandes audiências.

Este é Partido Socialista ora é a favor da troika mas contra o governo, ora contra a austeridade mas a favor da troika.

Ler 'As Consequências Económicas da Paz', de John Maynard Keynes, ajuda a entender a fúria moral e ideológica do capital centro-europeu e a forma como está a lidar com as economias periféricas.

Quando o Secretário de Estado exige que se discuta o sentido do apoio às artes (...) José Viegas está a ser claro: a direcção artística dos teatros deve obediência à tutela.

O Teatro LaMonnaie em Bruxelas apresentou este mês uma produção da ópera Medeia, com Libretto de Hoffmann e música de Cherubinni. Mas hoje em dia quem manda nas produções de ópera é o encenador, por isso falemos da encenação de Krzysztof Warlikowski.

Esta quinta feira a maioria de direita no parlamento europeu irá aprovar seis relatórios sobre a tão falada governança económica da zona Euro. Merecem uma leitura atenta. Resume-se a um conjunto de malfeitorias que, na prática, vão institucionalizar a Troika como os verdadeiros mandantes desta Europa.

No meio de tanta hipocrisia ainda há alguém que fala verdade: os patrões querem despedir, e querem despedir baratinho.

Carlos Moedas é secretário de estado, responde ao primeiro-ministro, mas mais importante, chefia a Unidade de Missão do Governo. Quem vai garantir que os ministros cumprem o programa de governo, ou antes, que fazem o que lhes é dito, é esta organização obscura.