Tiago Ivo Cruz

Tiago Ivo Cruz

Doutorando na FLUL, Investigador do Centro de Estudos de Teatro/Museu Nacional do Teatro e da Dança /ARTHE, bolseiro da FCT

Vítor Gaspar criticou na última reunião do Eurogrupo o seu congénere grego, por achar inadmissível que a Grécia não cumpra o plano de austeridade enquanto Portugal e Irlanda se esforçam. Soberba extraordinária.

O Governo desvincula-se de toda e qualquer responsabilidade no investimento do sector cultural.

É incompreensível neste festival IndieLisboa a escolha de apresentar 'Nana' na mesma sessão de 'Rafa', curta de João Salaviza. Não há pontos em comum. 'Rafa' coloca o social e político no centro da narrativa, obriga ao repensar do futuro no presente. 'Nana' existe em lado nenhum.

A programação mantém a identidade do festival com a procura transversal do cinema – curtas e longas, ficções e documentários, animação e cinema experimental, obras de realizadores emergentes e autores consagrados.

Uma vitória de Hollande irá retirar o poder à UMP de Sarkozy mas não cria um quadro institucional impermeável às práticas e interesses estabelecidos.

A Comissão Europeia lançou este filme que tenta resumir a sua mensagem universalista de paz entre os povos e culturas de todo o mundo. Gerou uma grande contestação e críticas de racismo.

As alterações estruturais do consulado de Francisco José Viegas vão à raiz do papel do Estado para a Cultura.

Desde 2007, Hollywood produziu vários filmes e documentários sobre a crise e o submundo financeiro, numa lógica de exposição da decadência de um sistema moral e eticamente indefensável. Mas nenhum é tão eficaz como Margin Call.

Tal como o primeiro-ministro não considero um crime ser membro de um partido, mas foi ele que criminalizou politicamente este tipo de conduta e não tem direito a fazer de conta que estas nomeações não são responsabilidade do PSD e do CDS.

Será coincidência que apenas 5 anos após a adopção da Convenção da UNESCO sobre a protecção e a promoção da diversidade das expressões culturais, um dos pilares deste documento tenha já sido destituído de qualquer relevância política?