Está aqui

Mariana Mortágua

Deputada. Dirigente do Bloco de Esquerda. Economista.

Artigos do Autor(a)

28 de Maio, 2020 - 10:48h

A partir de 1 de junho será possível apanhar um avião cheio e andar num metro a dois terços da sua capacidade. Mas a cadeira que tiver reservado num teatro fará parte de um restrito número de lugares disponíveis, correspondentes a menos de um terço do total.

20 de Maio, 2020 - 11:16h

Depois de, por duas vezes, ter garantido que não haveria uma nova injeção no Novo Banco sem antes conhecer a auditoria às suas contas, António Costa deu o dito por não dito.

13 de Maio, 2020 - 14:21h

Quanto mais se aprofunda, sob a pandemia, a emergência económica e social, mais importante é discutir a repartição do esforço no combate à crise.

6 de Maio, 2020 - 15:59h

Alguns direitistas portugueses podem ter-se encantado com a eleição do extremista brasileiro, mas aposto que nenhum gostaria de viver a pandemia no país de Jair Bolsonaro. Por Mariana Mortágua.

29 de Abril, 2020 - 20:47h

"Despesas do Estado hoje são impostos de amanhã", sentenciou o primeiro-ministro há uns dias. A frase, como bem explicou o economista João Ferreira do Amaral, é "infeliz".

22 de Abril, 2020 - 10:29h

É na quinta-feira que se reúne o Conselho Europeu, onde os governos da União Europeia deverão encontrar uma resposta concertada e eficaz aos impactos económicos e sociais da crise Covid. Infelizmente, os prenúncios não são os melhores.

15 de Abril, 2020 - 10:56h

O Conselho Europeu reúne os chefes de Estado e de Governo da União Europeia, mas deixou para o Eurogrupo, organismo informal dos ministros das Finanças da Zona Euro, a elaboração de um acordo sobre a resposta europeia à crise Covid.

8 de Abril, 2020 - 17:46h

A pandemia Covid-19 mudou a vida de todos: dos que passaram a trabalhar em casa, dos que todas as manhãs para assegurar a prestação de serviços essenciais, e também dos que viram o seu contrato de trabalho suspenso e perderam um terço do salário.

1 de Abril, 2020 - 23:11h

A crise económica provocada pela Covid-19 será longa e profunda. Para a enfrentar, o Estado terá de entrar em campo como poucas vezes vimos, para apoiar o emprego, as empresas e a produção.

25 de Março, 2020 - 11:41h

À medida que os dias passam, torna-se mais claro que as medidas económicas já anunciadas serão insuficientes para lidar com a destruição económica provocada pela Covid-19.

Páginas