Está aqui

Maria do Carmo Bica

Engenheira agrícola, presidente da Cooperativa Três Serras de Lafões. Autarca na freguesia de Campolide (Lisboa). Escreve com a grafia anterior ao acordo ortográfico de 1990

Artigos do Autor(a)

26 de Abril, 2017 - 14:21h

Agricultura de Lafões e de Sever do Vouga sofreu calamidade natural.

3 de Outubro, 2016 - 13:52h

O Bloco promoveu um debate sobre política florestal para evidenciar a necessidade de adotar uma política florestal que consiga articular os interesses ambientais, económicos e de desenvolvimento rural. Por Maria do Carmo Bica.

8 de Setembro, 2016 - 01:10h

Não basta organizar e garantir a limpeza da floresta. É necessário conferir-lhe viabilidade económica e justa distribuição dos recursos gerados.

25 de Julho, 2016 - 23:50h

A incapacidade para prevenir incêndios florestais, o desordenamento e falta de gestão da nossa floresta não acontecem por acaso.

30 de Janeiro, 2016 - 13:57h

No dia 28 de Janeiro realizou-se, no Parlamento Europeu em Bruxelas, o primeiro Fórum de Economia Social e Solidária, com a participação de mais de 270 pessoas. Foi uma iniciativa do GUE/NGL que contou, na sua organização, com deputados de 8 países. Marisa Matias foi a única eurodeputada portuguesa a participar na organização. Por Carmo Bica

20 de Abril, 2015 - 14:21h

Encontro do Interior promovido este fim de semana pelo Bloco de Esquerda analisou a fratura que se aprofunda entre uma estreita faixa litoral do continente densamente povoada e os territórios do interior, com consequências graves para as populações e as economias regionais. Por Carmo Bica

11 de Março, 2015 - 00:00h

A austeridade atingiu duplamente as mulheres em relação aos homens. E ainda mais as mulheres agricultoras e rurais.

7 de Janeiro, 2015 - 00:54h

Em Portugal, em nome da valorização da Economia Social estamos a assistir ao retrocesso civilizacional no apoio social, na solidariedade e na promoção de processos emancipatórios dos cidadãos para combate à pobreza.

3 de Novembro, 2014 - 00:40h

Uma política de esquerda para a floresta não pode alinhar com nenhuma medida que vise a concentração da propriedade à custa da miséria dos pequenos, o fim dos baldios e a liberalização da eucaliptização do país.

21 de Março, 2014 - 00:06h

PSD/CDS prepara o maior ataque desde o 25 de Abril aos baldios através de projeto de lei apresentado na AR. Se este projeto vier a ser aprovado, os baldios passarão a constituir bens privados, convertendo, os meios de produção comunitários em meios de produção do setor privado.

Páginas