Está aqui

Luís Fazenda

Dirigente do Bloco de Esquerda, professor.

Artigos do Autor(a)

14 de Fevereiro, 2012 - 00:04h

A própria realidade dos factos encarregou-se de demonstrar que o ódio popular à troika contamina todos aqueles que a ela se submetem.

12 de Fevereiro, 2012 - 00:51h

Como entra pelos olhos dentro, a média das rendas vai equiparar-se às altas e especulativas rendas dos chamados "contratos novos". Como se verá em pouco tempo, aliás, a ganância do mercado livre vai levar apenas ao encarecimento de rendas.

26 de Janeiro, 2012 - 11:05h

A Islândia é frequentemente citada no debate público, quer a propósito dos resgates do FMI, quer sobre o “default” da dívida, o “não pagamos”. Sob a ameaça da “dividocracia”, o que se passa realmente na Islândia”? Separar factos de mitos parece essencial na discussão de alternativas ao “regime de credores”.

11 de Novembro, 2011 - 12:56h

O Governo só não é austero na demagogia com que quer escamotear o óbvio. Corta a quem menos tem, para beneficiar fiscalmente quem nunca pagou o que devia, como é o caso dos rendimentos de capital que foram isentos da sobretaxa que começará a ser cobrada dentro de dias a todos os trabalhadores.

12 de Julho, 2011 - 00:14h

António José Seguro escreveu sem margem para dúvidas na Moção que sustenta, e vem insistindo no tema, que PS e PSD devem acercar-se de um entendimento em matéria de leis eleitorais.

11 de Maio, 2011 - 01:54h

Passou um pouco despercebido o processo de referendo sobre sistema eleitoral, com várias eleições parciais, na Grã-Bretanha. Humilhante é a palavra dos media britânicos para descrever a performance dos lib-dem de Nick Clegg.

9 de Abril, 2011 - 19:49h

A tragicomédia do congresso do PS mostra-se pela inflamada defesa da Caixa pública enquanto Teixeira dos Santos anda a tentar vender os seguros da CGD a privados...

20 de Março, 2011 - 13:13h

Depois do estrondo do PEC4, às escondidas da moção de censura da véspera, e da manif do precariado, o parlamento foi sacudido pela intriga PSD/PS. Que para o PSD três foi a conta que Cavaco fez, três PEC ainda vá, quatro é que não!

20 de Fevereiro, 2011 - 00:00h

Qualquer defensismo na censura a um dos piores governos da história democrática recente, em nome de um seguro sem apólice contra o mal menor, é alienar a voz dos que representamos e diminuir as suas condições de resistência.

21 de Janeiro, 2011 - 01:50h

Qualquer comunista percebe que Alegre se situa à esquerda de qualquer dos outros candidatos apoiados no passado pelo PCP.

Páginas