Está aqui

José Gusmão

Eurodeputado e economista.

Artigos do Autor(a)

26 de Janeiro, 2015 - 20:50h

Se o Syriza se amarrasse a um parceiro cuja primeira preocupação é entender-se com as instituições europeias, o Governo do Syriza não durava três meses. Nem um. Cairia na primeira chantagem, na primeira retaliação. E haverá muitas.

15 de Janeiro, 2015 - 23:19h

Num período relativamente curto, a PT, uma empresa pública sólida, capitalizada, inovadora, será reduzida a escombros, depois de ter sido previamente drenada, no que só pode ser qualificado como vampirismo financeiro.

6 de Dezembro, 2014 - 00:00h

Temos um dos sistemas de saúde mais privados da UE e, apesar de sermos um dos países em que a despesa total mais diminuiu, somos aquele em que os pagamentos das famílias mais aumentaram.

16 de Outubro, 2014 - 23:56h

A agenda do Governo é a da sabotagem. Destruir a escola pública em todas as suas dimensões: encerrar infraestruturas (em alguns casos, excelentes), despedir e infernizar a vida aos professores, subverter a lógica inclusiva e solidária que lhe dá sentido.

24 de Setembro, 2014 - 17:20h

Parece que a CIP já "admite" (sic) uma subida do salário mínimo para os 505 euros, mas sublinha que estes acréscimos têm de ser "compensados". Os representantes dos patrões querem uma descida da TSU para "compensar" o aumento principesco.

27 de Agosto, 2014 - 12:19h

Hollande vai formar o seu terceiro Governo. Depois da primeira remodelação, em que convidou para Primeiro-Ministro Manuel Valls, da ala mais à direita do PSF, Hollande deu agora mais um passo

22 de Abril, 2014 - 22:57h

Francisco Assis deu no passado Domingo de Páscoa uma entrevista ao Jornal “Público”. Trata-se de uma entrevista interessante para um estudo sobre como se faz um candidato.

23 de Fevereiro, 2014 - 11:50h

A aplicação do tratado orçamental é, essencialmente, a tentativa de levar ao extremo a política que tem vindo a ser seguida, que provocou o maior aumento da dívida pública na história do nosso país.

3 de Dezembro, 2013 - 14:00h

A nova operação de troca de dívida é um adiamento e tem um preço: um agravamento das necessidades de financiamento.

4 de Junho, 2013 - 00:42h

Façamos então o debate que interessa. “Entendamo-nos” sobre qual a fronteira política mais abrangente, mais aberta, mais agregadora,que pode servir de base a uma alternativa.

Páginas