Está aqui

Joana Mortágua

Deputada e dirigente do Bloco de Esquerda, licenciada em relações internacionais.

Artigos do Autor(a)

23 de Fevereiro, 2018 - 22:39h

O Partido Socialista Europeu está em colapso e vai ser preciso mais do que uma retórica de preocupações sociais para resgatar a social-democracia.

19 de Fevereiro, 2018 - 09:55h

A crise de governabilidade alemã é a crise da Europa a aterrar em Berlim perante o susto de Paris.

9 de Fevereiro, 2018 - 22:19h

Desde 2008 houve mais de 400 mudanças nas leis laborais nos países da União Europeia. Mas quatro em cada cinco dos novos empregos são a tempo parcial ou a prazo.

5 de Fevereiro, 2018 - 22:58h

Os rankings são o subproduto deste sistema anacrónico de avaliação que serve mais para classificar do que melhorar as aprendizagens.

24 de Janeiro, 2018 - 21:39h

A história recente do Brasil é conhecida. Começa com um golpe inconstitucional contra Dilma Rousseff, passa por um governo de bandidos comandado por Michel Temer e acaba na condenação de Lula a mais de 9 anos de prisão

19 de Janeiro, 2018 - 13:58h

Chumbar dificulta as possibilidades de recuperação, ou seja, é inútil. Ainda assim, há quem veja na retenção uma inevitabilidade. Para essas cabeças, a avaliação serve como instrumento punitivo.

15 de Janeiro, 2018 - 10:33h

O que nos irão perguntar a nós, deputadas e deputados, é se temos direito a recusar alívio e a atirar doentes para o mercado negro por puro preconceito moral.

10 de Janeiro, 2018 - 23:12h

Cem anos depois, é pouco sério querer representar a Revolução Russa como natureza morta no museu do século XX.

4 de Janeiro, 2018 - 11:41h

Já toda a gente percebeu que há uma razão para os correios serem públicos na maioria dos países europeus e que nunca deviam ter sido privatizados. Mas é melhor começar a fazer alguma coisa, que só o arrependimento nem mata nem faz nada.

21 de Dezembro, 2017 - 22:19h

Os Estados Unidos nunca foram um mediador sério no processo de paz nem na solução dos dois Estados. A recusa da partilha de Jerusalém é o sinal mais transparente das últimas décadas sobre uma futura partilha do território como solução de paz.

Páginas