Está aqui

João Camargo

Investigador em Alterações Climáticas. Escreve com a grafia anterior ao acordo ortográfico de 1990

Artigos do Autor(a)

24 de Junho, 2016 - 22:02h

A fraude do petróleo em Portugal engana um país inteiro. Contribuiria apenas para empobrecer as populações e degradar o território em nome de um bonança mirífica, impossível de acontecer, cujos efeitos destrutivos se materializariam sempre.

19 de Junho, 2016 - 22:45h

O acumular de uma retórica nacionalista e xenófoba com uma Europa deprimida e com políticas sociais e monetárias totalmente destruidoras resulta numa população preparada e disponível para enfrentar as incertezas de um Reino Unido fora da UE.

13 de Junho, 2016 - 16:26h

A atual situação da Central Nuclear de Almaraz, a 100 km da fronteira portuguesa, tem servido para colocar novamente no debate público a energia e, principalmente o nuclear.

2 de Junho, 2016 - 23:15h

Mantém-se, pelos estivadores mas não só, marcada a Manifestação contra a Precariedade, dia 16 de Junho, às 18h no Cais do Sodré. Perante uma vitória, é preciso continuar a avançar.

23 de Maio, 2016 - 15:57h

Durante mais de 40 anos a procura de petróleo rendeu zero. Hoje rende especulação, mas que não haja engano: há quem tenha disponibilidade para destruir solos e mares, mesmo com baixas possibilidades reais de comercializar petróleo.

15 de Maio, 2016 - 11:34h

Depois do golpe parlamentar, seguirá o golpe no poder. E terá uma marca: crise. Tudo pela crise e nada contra a crise. Privatizar. Terceirizar. Externalizar. Cortar, poupar, sanear, emagrecer.

5 de Maio, 2016 - 23:00h

Jorge Moreira da Silva comportou-se sempre como o ministro do Petróleo e defendeu esse ministério sem hesitar.

30 de Abril, 2016 - 17:59h

A Central Nuclear de Almaraz, a 100 km da fronteira portuguesa, terminou em 2010 o seu tempo de vida útil. Apesar disso, o Estado Espanhol decidiu manter a central a trabalhar durante mais 10 (!) anos.

26 de Abril, 2016 - 10:43h

A indústria do petróleo sabe que há alterações climáticas com certeza há mais de 30 anos. Sabiam de tudo e nunca pararam de carregar no acelerador.

17 de Abril, 2016 - 15:26h

As notícias da entrega da concessão da exploração de combustíveis fósseis em terras do Algarve ao empresário Sousa Cintra têm abundado. Importa perceber que os problemas da exploração de combustíveis fósseis são generalizados. Mas no festim das concessões em Portugal, importa conhecer quem veio para jantar. Por João Camargo

Páginas