Está aqui

Francisco Louçã

Professor universitário. Ativista do Bloco de Esquerda.

Artigos do Autor(a)

29 de Abril, 2018 - 11:23h

O livro não era fácil. Nem para os filósofos, que tinham que mergulhar na economia, nem para os economistas, que tinham que sofrer a crítica à sua submissão ideológica e demais conceitos filosóficos, nem muito menos para os leigos, inocentes de todas essas deambulações.  Artigo de Francisco Louçã.

19 de Abril, 2018 - 15:40h

A direita faz mesmo a escolha que se pensaria impossível, aceita a liderança do chefe supremo, Trump, e vai segui-lo nas suas aventuras, onde houver golpe, onde houver estado de exceção, onde houver bomba.

5 de Abril, 2018 - 09:32h

O Financial Times está preocupado com estas evocações marxianas, ele são livros, ele são aniversários, ele são contas, e deitou-se ao trabalho.

26 de Março, 2018 - 13:48h

Os dois casos empresariais da última semana, a EDP e o Montepio, são um retrato de Portugal.

21 de Março, 2018 - 15:41h

Na preparação da Conferência de dias 24 e 25 de março a assinalar os 200 anos de Karl Marx, Francisco Louçã diz que esta iniciativa "pretende contrastar com as atitudes revanchistas, vindas dos liberais, e cerimoniais, vindas de hermeneutas".

15 de Março, 2018 - 22:07h

Por vezes, o escrutínio sempre atento das autoridades de contas é contornado por subterfúgios. A página semanal de publicidade do CDS no Correio da Manhã é o caso mais surpreendente.

8 de Março, 2018 - 23:34h

Ser uma reality star de sucesso é o que sobra de espírito empresarial no século XXI e o mercado treme quando a star suspira.

6 de Março, 2018 - 23:07h

O ano de 2018 ou é o do início da recuperação do SNS ou da degradação da maioria. E nada disso depende de Rio, só depende de Costa, Catarina e Jerónimo.

28 de Fevereiro, 2018 - 23:47h

O dia ia longo e o congresso fervia de intriga e espadeirada, Montenegro tinha acabado de tirar as luvas.

26 de Fevereiro, 2018 - 12:36h

Há cerca de um ano tudo ia correr bem. O futuro era tão bom, as reformas estruturais tão melodiosas e os políticos tão belos.

Páginas