Está aqui

Francisco Louçã

Professor universitário. Ativista do Bloco de Esquerda.

Artigos do Autor(a)

30 de Abril, 2022 - 22:27h

Se Elon Musk controlar o Twitter, e por via dele Trump, ampliar-se-ão os tradicionais problemas deste tipo de redes, que facilitam os discursos de ódio. O defeito passará a ser o feitio, se já não o era.

25 de Abril, 2022 - 19:01h

A China precisa de tempo. Não tem uma estratégia de colocação de tropas em bases no estrangeiro, ao contrário de Washington, e expande a sua influência por relações económicas.

22 de Abril, 2022 - 22:45h

Será difícil e menos credível reconstituir a frente republicana que se ergueu em 2002 contra o pai Le Pen e em 2017 contra Marine Le Pen. Em consequência, qual será o voto pendular dos descontentes e abstencionistas só saberemos quando as urnas fecharem, e todos os desastres são possíveis.

18 de Abril, 2022 - 22:39h

Se pensa que seria mais razoável agir de forma conclusiva para limitar os preços da energia e domar esta inflação, desengane-se. Porque é que os governantes haviam de fazer o que está certo e beneficia a população se podem optar pelo que favorece uma clientela?

16 de Abril, 2022 - 11:13h

A rede financeira mundial fragmenta-se, com o risco suplementar do bloqueio da oferta de energia e alimentos. Haverá duas internets, dois sistemas de pagamentos e de comércio, duas economias que chocarão entre si.

9 de Abril, 2022 - 13:54h

Cavalgando entre urgências, como agora a da invasão da Ucrânia, a União Europeia desconsidera o desastre climático, que não dá votos, pelo que lhe basta um biombo de declarações piedosas.

5 de Abril, 2022 - 11:18h

O secretário-geral da ONU disse em Londres que se está a agravar o desinteresse dos governos pelos seus compromissos climáticos e que estamos mais longe dos modestos objetivos do Acordo de Paris.

2 de Abril, 2022 - 12:35h

A NATO passou a ser vista como a única garantia da Europa, enquanto Putin, que desencadeou a invasão para trucidar um país soberano, se tornou o homem mais detestado do mundo.

28 de Março, 2022 - 13:44h

Merkel fracassou politicamente, porque a parceria económica com a Rússia, que organizaria a sua relação europeia, foi atropelada pela ambição invasora. A Alemanha passará, no futuro, a depender de importação de energia dos EUA.

26 de Março, 2022 - 22:31h

Está a ser dado um novo passo com a patologização dos adversários, que produz um efeito de agregação, mobilizando uma claque por via do ódio ao inimigo e desumanizando a outra parte.

Páginas