Está aqui

Bruno Góis

Investigador. Mestre em Relações Internacionais. Doutorando em Antropologia. Ativista do coletivo feminista Por Todas Nós. Dirigente do Bloco de Esquerda.

Artigos do Autor(a)

1 de Janeiro, 2014 - 12:41h

Os troikistas portugueses falam muito do "pós-troika", mas o fórum dos ministros das finanças da zona euro, Eurogrupo, já anunciou mais duas décadas de tutela, ou vigilância, como preferem dizer.

5 de Novembro, 2013 - 12:28h

As mulheres, no plural, ainda que se não nasça mas se torne, como disse Beauvoir, são as primeiras vítimas das crises, das guerras e dos pós-guerras.

11 de Setembro, 2013 - 23:53h

A palavra “democracia”, ou a expressão “mundo livre”, é colocada à lapela dos partidários de novas invasões e novas chacinas.

31 de Agosto, 2013 - 13:36h

Gonçalo Portocarrero de Almada (GPA) escreve tanta coisa de bradar aos céus... Desta vez, são as falas de uma novela sobre o casamento que, num truque de magia, passam a pseudo-argumento sobre “A hipocrisia do contrato de trabalho”´.

13 de Agosto, 2013 - 16:06h

A luta contra a tortura dos animais ainda tem muito caminho a percorrer. Esta modesta panorâmica visa contribuir para esse progresso.

16 de Junho, 2013 - 00:00h

Dos dois lados do Egeu ou dos dois lados do Atlântico, a luta não é por 20 centavos, trata-se de lutas por direitos sociais e pelo próprio direito ao protesto e à greve.

23 de Abril, 2013 - 13:48h

O Dia Internacional do Livro teve a sua origem na Catalunha. Nos Països Catalans é tradição oferecer rosas e livros no Dia de São Jorge (Diada de Sant Jordi), 23 de abril.

28 de Março, 2013 - 15:55h

Aparentemente, a maioria do Supremo Tribunal dos Estados Unidos estará inclinada para considerar inconstitucional o “Defense of Marriage Act”, que proíbe o reconhecimento a nível federal dos casamentos entre pessoas do mesmo sexo.

1 de Janeiro, 2013 - 00:54h

É uma terrível ironia que a Índia seja, dada a sua dimensão populacional, considerada a “maior democracia do mundo” e ao mesmo tempo seja também etiquetada como o pior lugar para se nascer mulher em todo o mundo.

4 de Dezembro, 2012 - 12:57h

Desde que a esquerda italiana foi varrida do parlamento e do senado, devido à desastrosa participação do Partido da Refundação Comunista (PRC) e do Partido dos Comunistas Italianos (PdCI) no governo anti-social e belicista de Prodi, a busca da alternativa é tarefa dura.

Páginas