Está aqui

Bruno Góis

Investigador. Mestre em Relações Internacionais. Doutorando em Antropologia. Ativista do coletivo feminista Por Todas Nós. Dirigente do Bloco de Esquerda.

Artigos do Autor(a)

26 de Março, 2016 - 11:01h

Só podemos romper o muro do pessimismo com novas utopias concretas.

6 de Março, 2016 - 12:02h

Alguma historiografia conservadora centra-se na biografia e na psicologia dos pensadores e dos líderes políticos. E Karl Marx não escapa a essas investidas, sejam elas intelectualmente grosseiras ou grosseiramente intelectuais.

26 de Janeiro, 2016 - 00:06h

A vitória presidencial de uma direita que sorri para as câmaras é um desafio que a esquerda tem de levar a sério.

26 de Dezembro, 2015 - 00:03h

Pablo Iglésias considera que o referendo da Catalunha “é imprescindível para construir um novo compromisso histórico”.

2 de Dezembro, 2015 - 15:49h

O movimento estudantil do secundário do Estado de São Paulo ocupou mais de 200 escolas contra o fecho de 94 escolas e a degradação do ensino. Essa luta aguerrida está a ser alvo de repressão pela Polícia Militar a mando do governo estadual.

9 de Setembro, 2015 - 11:21h

A xenofobia e a islamofobia "soft" avança no discurso das pessoas mais inesperadas. Não nos enganemos, estas pessoas que assim reagem não são necessariamente más pessoas.

17 de Junho, 2015 - 14:30h

Alexis Tsipras continua a não desistir de lutar pela dignidade do povo grego e pela esperança dos povos da Europa.

24 de Abril, 2015 - 12:30h

O combate ao domínio colonial, ao racismo e ao imperialismo, hoje como ontem, são necessidades da emancipação popular em geral, e em particular da classe de quem trabalha.

4 de Abril, 2015 - 00:06h

14,1% de desempregadas e desempregados, desemprego jovem nos 35%. Lurdes e Max de hoje: quando é que vamos invadir o Palácio de Inverno com a força da Primavera?

20 de Março, 2015 - 22:19h

O assédio moral de professores contra alunos é um fenómeno ausente do debate público. O bullying de professores a alunos tem ainda a agravante de fazer passar por “legítimo” aos olhos dos restantes alunos e alunas os comportamentos de discriminação e assédio.

Páginas