Está aqui

António Lima

Deputado do Bloco de Esquerda na Assembleia Regional dos Açores e Coordenador regional do Bloco/Açores

Artigos do Autor(a)

16 de Fevereiro, 2018 - 10:27h

Poderão, na mesma ilha e até mesmo na mesma infraestrutura, conviver atividades tão exigentes e tão sensíveis, quanto são os transportes e a logística, com a atividade militar, ainda para mais, quando falamos da maior potência militar mundial?

27 de Janeiro, 2018 - 13:49h

Não nos admiremos, que, se esta venda se concretizar, daqui a alguns anos se conclua que a privatização não veio resolver nenhum dos problemas do grupo Sata mas apenas servir para facilitar a alguém um qualquer negócio.

23 de Janeiro, 2018 - 23:22h

O encerramento da fábrica da Cofaco na vila da Madalena, na ilha do Pico é, em primeiro lugar, uma machadada, sem piedade, na vida de 180 trabalhadoras e trabalhadores.

10 de Janeiro, 2018 - 10:57h

Nos dados agora divulgados pelo INE, verifica-se que, num cenário de crescimento do PIB de 3%, o salário médio nos Açores caiu 3,9%!

3 de Dezembro, 2017 - 16:31h

No debate, ficou claro que o Governo Regional e o PS não abdicam do rumo que têm seguido e que este orçamento reforça: Dar tudo, mas mesmo tudo, para os patrões e poderosos da região e deixar os trabalhadores à míngua.

28 de Novembro, 2017 - 10:53h

A proposta de Orçamento da Região para 2018 do Governo do PS prevê a privatização de empresas públicas, independentemente de estas serem ou não estratégicas.

8 de Maio, 2017 - 13:42h

O que têm em comum o (futuro) Hospital de São Lucas, em São Miguel, uma Clínica Privada e um Centro de Diagnóstico Tomografia Axial Computorizada (TAC) de Alta Resolução, também de uma clínica privada?

28 de Fevereiro, 2017 - 10:47h

A construção de uma central de incineração de resíduos sólidos urbanos na ilha de São Miguel, Açores, está a ser fortemente contestada. Este texto pretende dar a conhecer alguns dos pontos mais polémicos deste longo, complexo e opaco processo. Artigo de António Lima.

4 de Fevereiro, 2017 - 14:37h

Os sinais que nos chegam das mais altas instâncias do Estado português vão no sentido de continuar com o business as usual, tornando Trump apenas mais um inquilino da Casa Branca.

22 de Janeiro, 2017 - 21:42h

Se há quem não se possa queixar e tenha beneficiado em toda a linha da desvalorização do trabalho foram os patrões que usufruíram de trabalho a preços cada vez mais baixos.

Páginas