Amy Goodman

Amy Goodman

Co-fundadora da rádio Democracy Now, jornalista norte-americana e escritora.

Mark Udall, o senador democrata do Colorado, vai deixar o seu cargo esta semana, mas poderá ter ainda por diante a sua tarefa mais importante como senador.

Outro negro americano morto às mãos da polícia. Outro grande júri que decide não apresentar queixa contra o polícia responsável. Vivemos num país onde reina a impunidade; pelo menos para quem está do lado do poder.

“Vamos abanar o céu”, disse-me um jovem, enquanto enfrentava a polícia antimotim. Esse fogo, esse compromisso inextinguível, e não os edifícios em chamas, é o que mais deveriam temer aqueles que beneficiam da injustiça.

As eleições nos Estados Unidos dependem mais do dinheiro do que de qualquer outra coisa. No entanto, a história não é feita de dinheiro mas de movimentos. E o movimento pelo aumento do salário mínimo impôs-se, mesmo em alguns dos estados mais conservadores.

O ébola é um pequeno vírus que está a mostrar os grandes problemas presentes nos sistemas de saúde pública do mundo. Os poucos casos conhecidos nos Estados Unidos provocaram um clima de medo e de crescente consciência de como somos vulneráveis ao surto de uma doença viral.

80% das clínicas do Texas que incluíam entre os seus serviços o aborto fecharam desde que entrou em vigor a nova lei. No estado da estrela solitária, nem todos os direitos nascem iguais.

Estudantes da escola secundária de Jefferson abandonaram em massa as aulas na última semana, em protesto contra a censura, prevista pela junta escolar do distrito, do plano de estudos do curso de nível pré-universitário da história dos EUA.

Se na próxima quarta-feira, 10 de setembro, os vossos sites preferidos demorarem muito tempo a carregar, isso pode dever-se à campanha “Internet Slowdown”, um dia de ação mundial organizado por “Battle for the Net”, um grupo que defende a neutralidade na Internet.

Em breve, terá início o julgamento de espionagem iniciado pelo governo de Obama contra o suposto informador da CIA Jeffrey Sterling. Para além de Sterling, será levado a julgamento um dos principais pilares da nossa sociedade democrática: a liberdade de imprensa.

Quer se trate de um ato de guerra, de um ato de terrorismo proveniente de uma arma nuclear que caiu nas mãos de um ator não estatal ou de um acidente numa central nuclear, os desastres nucleares são terrivelmente destrutivos, mas são totalmente evitáveis.